Responsável do MCA-CV II satisfeita com o impacto do projecto LAND e WASH na vida do povo cabo-verdiano

 

Cidade da Praia, 12 Set (Inforpress)- A vice-presidente adjunta do Millennium Challenge Corporation (MCC) para a área de implementação de Compactos, Lona Stoll, manifestou-se “satisfeita” com o impacto que o projecto LAND e WASH está a ter na vida do povo cabo-verdiano.

A constatação foi feita pela responsável, hoje na Cidade da Praia, após se reunir com o ministro das Finanças e representantes do Instituto Nacional de Gestão do Território, do Ministério da Justiça e do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI).

Lona Stoll, que está em Cabo Verde para se inteirar da implementação dos projectos de Água, Saneamento e Higiene (WASH) e de Gestão de Propriedades para a Promoção do Investimento (LAND), assegurou que este impacto tem sido visível quer a nível do crescimento quer da oferta dos serviços de água e saneamento como na garantia do acesso.

Sobre o projecto LAND, disse estar satisfeita com o programa e que é “gratificante” saber que a população cabo-verdiana tem agora os seus direitos “mais claros”, o que lhes permite investir nas respectivas propriedades.

A vice-presidente adjunta do MCC avançou que a 10 semanas do fim do programa, poderão constatar grandes progressos, mas reconheceu que faltam ainda concluir algumas obras de infra-estruturas e de construção quer do projecto WASH quer do LAND.

“A ilha do Maio está prestes a ser declarada como `cadastrada´ , o processo de transição de propriedades da ilha do Sal foi realizado numa plataforma digital do Governo, que vai permitir a Cabo Verde atingir a um patamar que servirá de exemplo de como é possível prestar serviços modernos aos cidadãos”, garantiu.

Questionada sobre a possibilidade de Cabo Verde ganhar um terceiro compacto, Lona Stoll afirmou que é um assunto que não foi debatido nem pensado, tendo em conta que estão focados em atingir os objectivos do segundo compacto e ajudar Cabo Verde a aumentar o crescimento económico.

O segundo compacto termina em Novembro de 2017, e abrangeu essencialmente a reforma ao nível do sector da água e saneamento, através do projecto WASH e registo da propriedade, o projecto LAND, que visa clarificação dos direitos e dos limites de todos os prédios existentes nas ilhas Sal, Boa Vista, São Vicente e Maio.

No MCA- CV II, o Governo dos Estados Unidos da América disponibilizou ao Governo de Cabo Verde 66.2 milhões de dólares para execução de projectos que contribuem para o crescimento económico e redução da pobreza.

AV/JMV

Inforpress/Fim