Reestruturação da TACV: Trabalhadores realizam passeata sexta-feira na Cidade da Praia

 

Cidade da Praia, 27 Jul (Inforpress) – Os trabalhadores dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) promovem uma passeata, esta sexta-feira, na Cidade da Praia, para marcar posição em relação ao processo de reestruturação e privatização da empresa em curso.

A passeata é organizada pelos sindicatos internos da TACV – Cabo Verde Airlines e a Comissão de Trabalhadores, que, em nota de imprensa, dizem esperar contar com a participação e o apoio da sociedade civil no desfile, que vai percorrer as principais ruas da capital do país.

“Esta passeata visa marcar a posição dos trabalhadores perante o processo de restruturação e privatização em curso, da companhia de bandeira nacional de transportes aéreos”, lê-se na nota em que os sindicatos e a comissão representativa dos trabalhadores da TACV realçam os propósitos do evento.

Além de marcar a posição e mostrar a “indignação e estranheza” dos trabalhadores relativamente ao processo de restruturação e privatização da empresa, que carece de “maior clarificação e transparência”, a passeata pretende exigir “mais e melhores” informações sobre os meandros da negociação e o futuro dos trabalhadores.

O desfile, com carácter pacífico e com concentração a partir das 16:00, terá início à frente à sede dos TACV no Platô, Avenida Amílcar Cabral, seguido de um cortejo por algumas artérias da cidade, com percurso Platô, Ministério das Finanças, passando ao lado da Electra e CV Telecom para terminar em frente à Biblioteca Nacional onde os deputados estarão em sessão o parlamentar do Estado da Nação.

Também hoje, os deputados da nação do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição) entregaram uma denúncia, junto da Procuradoria Geral da República (PGR), por indícios de corrupção no processo de reestruturação ou liquidação dos TACV, para investigação.

O Governo anunciou em Maio último, a decisão de retirar os TACV da linha doméstica, passando toda a operação, a partir do dia 01 de Agosto próximo, para a companhia Binter Cabo Verde, resultando na redução de cerca de 50% dos seus trabalhadores.

DR/CP

Inforpress/Fim