Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mbasogo efectua visita de três dias a Cabo Verde 

Cidade da Praia, 13 Abr (Inforpress) – O Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mbasogo, visita Cabo Verde a partir de segunda-feira, 15, por três dias, estando prevista uma agenda oficial que inclui questões bilaterais e assinatura de acordos de cooperação entre os dois países.

Segundo informações avançadas pela Presidência da República, Teodoro Obiang Mbasogo terá um encontro a sós com o seu homologo cabo-verdiana, Jorge Carlos Fonseca quem preside também a Conferência dos Chefes de Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Conforme a Presidência, a visita que acontece no quadro das relações bilaterais entre os dois países, pelo que está agendada a realização de um encontro de trabalho entre as delegações dos dois países, chefiadas pelos respectivos ministros dos Negócios Estrangeiros.

Durante a sua estada em Cabo Verde, o chefe de Estado da Guiné Equatorial será recebido pelo primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva e pelo presidente da Assembleia Nacional.

Do programa oficial constam visitas ao Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI), Data Center, Cidade Velha, Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) e à Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV).

Na terça-feira, 16, está agendada uma cerimónia durante a qual terá lugar a assinatura de acordos bilaterais de cooperação entre os dois países.

De acordo ainda com o programa, a delegação de Teodoro Obiang Mbasogo vai estar também na ilha de São Vicente onde fará uma visita de cortesia ao edil Mindelense, seguido de um encontro de trabalho com o ministro da Economia Marítima, José Gonçalves, visitando depois o Centro Oceanográfico e o antigo ISECMAR.

A Guiné Equatorial, oficialmente República da Guiné Equatorial, é um país da África Ocidental dividido em vários territórios descontínuos no Golfo da Guiné: um continental, Mbini (antiga colónia espanhola de Rio Muni), e outros insulares.

A ilha de Bioco (antiga Fernando Pó), no norte do Golfo do Biafra, as outras ilhas são a de Ano Bom, a sul de São Tomé e Príncipe, e as ilhas Corisco, Elobey Grande e Elobey Pequeno (e ilhotas adjacentes) na baía de Corisco, ao largo do Gabão.

Sua capital é a cidade de Malabo, antigamente conhecida como Santa Isabel, mas para o ano de 2020 está prevista a inauguração da Ciudad de la Paz, uma cidade planejada para ser a futura capital do país.

Além do Gabão e São Tomé e Príncipe, a Guiné Equatorial tem fronteiras com os Camarões e com a Nigéria.

O país tem o maior produto interno bruto per capita do continente africano, embora seja um país de médio índice de desenvolvimento humano (0,556).

Desde meados dos anos 1990, a Guiné Equatorial tornou-se um dos maiores produtores de petróleo do sub-Saara. Com uma população de 798 807 habitantes, é o país com o maior produto interno bruto per capita do continente Africano, e o 69º do mundo.

AV/FP

Inforpress/Fim