Inicio Cultura Praia: Artista Maria Borges apresenta exposição de bordado e pontos “paxenxa” no...

Praia: Artista Maria Borges apresenta exposição de bordado e pontos “paxenxa” no Palácio da Cultura Ildo Lobo

Cidade da Praia, 03 Ago (Inforpress) – A exposição de bordado e pontos denominado “paxenxa” (paciência), da artista Maria Borges, natural de Santa Catarina, foi inaugurada hoje, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia, no âmbito do ciclo Novos Talentos.

A amostra, promovida Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através da Direcção Geral das Artes, vai estar patente ao público no Palácio da Cultura até o próximo dia 18 de Agosto.

Em declarações à Inforpress, Maria Borges explicou que decidiu dar esse nome à essa mostra por se tratar de um trabalho que é feito com muita “sabedoria e paciência” e que depende do tamanho do quadro, da complexidade dos desenhos e da variedade de cores.

Acrescentou que em termos de temas, esta exposição é muito diversificada porque, esclareceu, quando foi convidada, pelo ministro da Cultura, Abrãao Vicente, não estava preparada para fazer uma apresentação temática.

“Para a próxima, se aparecer mais oportunidades, vou apresentar quadros dentro de um tema”, prometeu a artista que pensa construir um atelier para ensinar essa arte de bordado e pontos.

Maria Borges é natural do concelho de Santa Catarina de Santiago, de Assomada, mas actualmente reside na ilha do Maio, onde teve o primeiro contacto com o bordado com um artista chinês, em 2010.

E sobre programa “Ciclo de Talentos” considerou que se trata de uma “boa” iniciativa para promover os artistas que não têm oportunidades de mostrar os seus trabalhos.

Esta é a primeira exposição da jovem, depois da sua estreia no Forte São José, na ilha do Maio, que contou com a presença do ministro Abrão Vicente.

O ciclo “Novos Talentos” do Palácio da Cultura Ildo Lobo já recebeu trabalhos de jovens e artistas promissores como a Tairine Vieira, Carlos Lopes, Nuno Prazeres, Dílcia Cardoso, Ayrton Cruz, todos das artes plásticas e a luso-descendente Denise Fernandes do sector audiovisual com a exibição de duas curtas metragens.

OM/JMV

Inforpress/Fim