Praia acolhe encontro das Associações de Pessoas com Deficiência Visual dos PALOP com empoderamento dos jovens e mulheres cegas na agenda

 

Cidade da Praia, 19 Mai (Inforpress) – O empoderamento dos jovens e mulheres com deficiência visual é um dos principais desafios do plano da actividade da Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC), disse à Inforpress o presidente da organização.

Marciano Monteiro, que falava à Agência Cabo-verdiana de Notícias sobre o Encontro de Capacitação de Mulheres e Jovens com Deficiência Visual dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) a ter lugar sábado, na Cidade da Praia, referia-se a um dos temas do debate no evento e que tem a ver com os planos estratégicos das associações com enfoque nos aspectos ligados às mulheres e jovens.

“É mais um “empurrão” da organização internacional através da União Africana de Cegos (AFUB) sobre a visão, missão e objectivos das nossas associações no que respeita a segunda fase do projecto com destaque para mulheres e jovens”, disse.

Além deste desafio de capacitar mulheres e jovens das associações com deficiência visual, visando o seu empoderamento, o presidente da ADEVIC, Marciano Monteiro, avançou que este encontro irá servir para o estreitamento de relações de amizade entre as associações dos países que falam português.

Da agenda do encontro de capacitação consta a apresentação de avaliações de capacidades feitas pela AFUB, em 2016, a quatro associações beneficiárias do projecto, com destaque para aspectos concernentes a participação de mulheres e jovens nas actividades das organizações a que pertencem.

O encontro irá debater ainda a inclusão dos aspectos ligados às mulheres e os jovens, as melhores estratégias para fazer advocacia a favor da participação ecfectiva dentro da sua organização e na comunidade em que vivem, e regulamentos/políticas institucionais sobre mulheres e jovens.

A elaboração de políticas similares nas outras organizações e sobre a evolução das novas tecnologias orientadas para os cegos e amblíopes, consta também do encontro que será encerrado quarta-feira, 24, pela ministra da Educação Família e Inclusão Social, Marítza Rosabal.

No encontro da Praia vão estar presentes 25 pessoas representando Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial.

PC/CP

Inforpress/Fim

karanlık gece hd izle kral arthur türkçe dublaj izle sex izle free hd porn