beylikdüzü escort

Praia acolhe encontro das Associações de Pessoas com Deficiência Visual dos PALOP com empoderamento dos jovens e mulheres cegas na agenda

 

Cidade da Praia, 19 Mai (Inforpress) – O empoderamento dos jovens e mulheres com deficiência visual é um dos principais desafios do plano da actividade da Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC), disse à Inforpress o presidente da organização.

Marciano Monteiro, que falava à Agência Cabo-verdiana de Notícias sobre o Encontro de Capacitação de Mulheres e Jovens com Deficiência Visual dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) a ter lugar sábado, na Cidade da Praia, referia-se a um dos temas do debate no evento e que tem a ver com os planos estratégicos das associações com enfoque nos aspectos ligados às mulheres e jovens.

“É mais um “empurrão” da organização internacional através da União Africana de Cegos (AFUB) sobre a visão, missão e objectivos das nossas associações no que respeita a segunda fase do projecto com destaque para mulheres e jovens”, disse.

Além deste desafio de capacitar mulheres e jovens das associações com deficiência visual, visando o seu empoderamento, o presidente da ADEVIC, Marciano Monteiro, avançou que este encontro irá servir para o estreitamento de relações de amizade entre as associações dos países que falam português.

Da agenda do encontro de capacitação consta a apresentação de avaliações de capacidades feitas pela AFUB, em 2016, a quatro associações beneficiárias do projecto, com destaque para aspectos concernentes a participação de mulheres e jovens nas actividades das organizações a que pertencem.

O encontro irá debater ainda a inclusão dos aspectos ligados às mulheres e os jovens, as melhores estratégias para fazer advocacia a favor da participação ecfectiva dentro da sua organização e na comunidade em que vivem, e regulamentos/políticas institucionais sobre mulheres e jovens.

A elaboração de políticas similares nas outras organizações e sobre a evolução das novas tecnologias orientadas para os cegos e amblíopes, consta também do encontro que será encerrado quarta-feira, 24, pela ministra da Educação Família e Inclusão Social, Marítza Rosabal.

No encontro da Praia vão estar presentes 25 pessoas representando Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial.

PC/CP

Inforpress/Fim

Modüler Bölme Duvar Cam Bölme Duvar Jaluzili bölme duvar Jaluzili cam bölme Çocuk odası Çocuk genç odası Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu ssd vds Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon Ofis dekorasyonu