Porto Novo: Paróquias apostam em novas igrejas paroquiais para albergar fiéis 

Porto Novo, 21 Jul (Inforpress) – As duas paróquias do concelho do Porto Novo, São João Baptista e São João Paulo II, têm planos para a construção de novas igrejas paroquiais, em parceria com as autoridades municipais.

A situação “mais premente” prende-se com a paróquia de São João Baptista, na cidade do Porto Novo, onde a actual igreja paroquial, além de ser exígua, já não oferece as condições de acolhimento dos fiéis, tendo em conta o seu estado de degradação.

A paróquia, com a parceria da Câmara Municipal do Porto Novo, já elaborou o projecto de arquitectura da nova igreja paroquial, que terá capacidade para receber cerca de 600 fiéis, estando a Igreja Católica à procura de financiamentos para a sua edificação.

O pároco José Pires tem aproveitado a presença dos emigrantes em férias no Porto Novo para os sensibilizar no sentido de ajudarem a construir a nova igreja paroquial.

Da mesma forma, as duas paróquias têm renovado os apelos às comunidades, emigrantes e às autoridades municipais e nacionais, para recuperação das capelas no interior do concelho, na sua maioria, também em fase adiantada de degradação.

O pároco das duas paróquias, José Pires, tem estado a pedir aos fiéis para ajudarem a Igreja Católica a “cuidar das capelas”, muitas das quais a necessitar “urgentemente” de obras de recuperação.

Entretanto, a comunidade da Ribeira da Cruz, interior do Porto Novo, já se envolveu na reabilitação da igreja de Santo André, actualmente em estado avançado de degradação.

JM/AA

Inforpress/Fim