Inicio Ambiente Porto Novo: Localidade de Manuel Lopes enfrenta penúria de água que já...

Porto Novo: Localidade de Manuel Lopes enfrenta penúria de água que já afecta actividade agrícola

Porto Novo, 19 Mai (Inforpress) – A localidade de Manuel Lopes, no interior do Porto Novo, Santo Antão, enfrenta há quase uma semana a penúria de água para agricultura, provocada por uma avaria no sistema de bombagem do furo da localidade.

A escassez de água, segundo o representante dos agricultores, Aquiles Barbosa, “já está a afectar, e de que maneira”, a actividade agrícola nessa zona, onde os lavradores correm risco de “perder toda a produção”.

Os agricultores queixam-se da demora na resolução do problema do furo, responsabilizando a Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) por esse atraso.

Porém, o furo em Manuel Lopes vai ser equipado, ainda neste primeiro semestre de 2018, com painéis solares.

A actividade agrícola em Manuel Lopes tem sido marcada nos últimos anos pelo abandono pelos agricultores das suas propriedades, alegando dificuldades para adquirir água para rega, proveniente do furo local, que consideram “muito cara.

Aquiles Barbosa confirmou à Inforpress que muitos agricultores abandonaram nos últimos anos as suas parcelas, situação que contribuiu para a “queda” da agricultura em Manuel Lopes, onde uma tonelada de água produzida pelo furo custa 45 escudos.

Este preço, segundo este responsável, é “incomportável” para a grande maioria dos lavradores que, perante as dificuldades, tem optado por “abandonar as suas terras”.

No quadro do programa de emergência para a mitigação da seca, o furo de Manuel Lopes vai ser dentro de pouco equipado com um sistema foto voltaico para a produção de água, passando os agricultores a dispor de água a um custo “muito reduzido”.

Segundo o delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) no Porto Novo, Joel Barros, a obra já foi adjudicada, esperando que no final deste semestre os equipamentos estejam já instalados.

O MAA espera, dentro de dois meses, equipar todos os furos no concelho do Porto Novo com painéis solares, que passarão a disponibilizar água para a agricultura a um custo baixo, com impacto a nível de produção e no aumento da área irrigada.

JM/AA

Inforpress/Fim