Porto Novo: Investimentos de 60 mil contos no âmbito do Poser com impacto na actividade agrícola no concelho

Porto Novo, 30 Ago (Inforpress) – Porto Novo está a receber investimentos no sector agrícola à volta de 60 mil contos, financiados no quadro do programa de promoção das actividades socio-económicas no meio rural (Poser), que está em execução em Santo Antão, desde 2014.

Além dos investimentos já em curso, a nível de equipamentos de furos com sistemas fotovoltaicos para a produção de água a baixo custo, com impacto no alargamento da área agrícola e aumento de produção, Porto Novo vai ser, ainda em 2018, contemplado, no âmbito do Poser, com outros projectos no domínio da agricultura.

Trata-se de projectos ligados ao reforço da produção do inhame no Tarrafal de Monte Trigo, a iniciar-se em Setembro, a recuperação de parcelas agrícolas em Ribeira das Patas, Alto Mira e Ribeira dos Bodes, instalação de sistemas de rega gota a gota e construção de reservatórios, em algumas zonas.

Ainda em Ribeira dos Bodes, foram já concluídos o equipamento do furo de Poio com painéis solares e construção de um reservatório, cuja inauguração acontece, ainda esta semana, no âmbito das comemorações do Dia do Município do Porto Novo (02 de Setembro).

Além desses investimentos, o Poser, através do Ministério da Agricultura e Ambiente, entidade que tutela este programa, co-financia 80 por cento (%) do projecto de abastecimentos de água ao Planalto Norte, orçado em 45 mil contos, já na fase de implementação.

Para 2019, segundo apurou a Inforpress, perspectiva-se forte intervenção deste programa financiado pelo Fundo Agrícola Internacional (FIDA), no Porto Novo, sobretudo, a nível dos projectos de reordenamento das bacias hidrográficas da Ribeira das Patas, Jorge Luís/Ribeira da Cruz.

Essas bacias começam, a partir de Janeiro, a ser reordenadas no âmbito dos estudos já realizados que, a curto prazo, prevêem investimentos, na ordem dos três milhões de dólares (240 mil contos), nos domínios de mobilização de água e correcção torrencial.

O Poser, que começou a ser implementado em Santo Antão a partir de 2014, disponibiliza este ano em toda a ilha de Santo Antão cerca de 98 mil contos.

Nesses quatro anos, esta ilha recebeu cerca de 330 mil contos que permitiram a realização de projectos geradores de rendimentos contemplando “milhares” de famílias.

JM/ZS

Inforpress/fim