beylikdüzü escort

Comemorações dos 70 anos do naufrágio do navio John E. Schmeltzer arrancam com excursão à Praia Formosa

 

Porto Novo, 12 Set (Inforpress) – Uma excursão ainda em Setembro à Praia Formosa marca o arranque das comemorações dos 70 anos do naufrágio do navio John E. Schmeltzer, dos Estados Unidos da América (EUA), em Ponta de Canjana, no Porto Novo, Santo Antão.

A 25 de Novembro de 1947, em plena fome, que terá ceifado a vida a mais de 20 mil cabo-verdianos, o John E. Schmeltzer, da marinha mercante dos EUA, carregado de milho procedente da Argentina e a caminho da Suécia, encalhou nas proximidades do cabo Canjana, nas imediações da Praia Formosa, no Porto Novo, salvando parte significativa da população de Santo Antão de morrer à míngua.

Na década de 40, Cabo Verde viveu mais uma dura crise humanitária de secas cíclicas e o naufrágio do navio John E. Schmeltzer, considerado um dos maiores acontecimentos do século XX em Santo Antão, ajudou a salvar da fome milhares de pessoas oriundos de todos os recantos desta ilha.

Para marcar essa efeméride, um grupo de jovens da cidade do Porto Novo já programou para este mês de Setembro um excursão à Praia Formosa, pretendendo ainda, ainda no decorrer deste ano, promover outros eventos para assinalar o acontecimento.

Esse grupo de jovens pensa ainda mobilizar parceiros para a realização, em Novembro, de uma conferência para falar desse acontecimento e da sua importância histórico-cultural e turística para a ilha de Santo Antão.

Neste ano do septuagésimo aniversario do naufrágio de John E. Schmeltzer, o grupo teatral santantonense Juventude em Marcha prepara a rodagem da peça Canjana, uma criação que aborda esse “famoso” naufrágio.

Juventude em Marcha “já tem luz verde” em termos de financiamento, por parte de alguns parceiros, para a rodagem dessa obra, que retrata a fome de 1947, em Santo Antão, segundo o seu líder, Jorge Martins.

Este conceituado grupo teatral pretende assim, dentro de pouco, adaptar ao cinema esta encenação que fala de uma das referências históricas de Santo Antão e de Cabo Verde.

Para o edil do Porto Novo, Canjana é “uma referência histórica” para este município, sendo o “testemunho” de grande capacidade de superação” dos santantonenses, em ralação às adversidades.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Modüler Bölme Duvar Cam Bölme Duvar Jaluzili bölme duvar Jaluzili cam bölme Çocuk odası Çocuk genç odası Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu ssd vds Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon Ofis dekorasyonu