Porto Novo: Cobertura das famílias com água canalizada alargada com projectos em Alto Mira, Ribeiras das Patas e Planalto Leste

Porto Novo, 08 Jan (Inforpress) – A taxa de cobertura das famílias com água canalizada no município do Porto Novo, que ultrapassa, actualmente, os 75%, está a ser ampliada com  implementação de projectos em Alto Mira, Ribeira das Patas e no Planalto Leste.

No Planalto Leste, o projecto de abastecimento de água dessa localidade, já praticamente concluído, vai permitir levar água às torneiras de, pelo menos, duas dezenas de famílias em Água das Caldeiras, Lombo Figueira e Ribeirão Fundo e arredores.

Em Alto Mira, a edilidade porto-novense confirmou que está, neste momento, a ser alargada a rede de distribuição de água nessa povoação por forma a abranger as famílias ainda sem água canalizada nas suas residências.

Quanto à Ribeira das Patas, a rede de água que abrange, sobretudo, Chã de Morte, sede dessa vila, e arredores, vai ser alargada às zonas altas, como Círio e Lagoa/Catano.

O município espera, ainda este ano, no quadro do programa de energia para água e saneamento para Santo Antão, iniciar intervenções na rede na cidade do Porto Novo, com vista ao reforço do abastecimento nas zonas altas desta urbe e abranger os bairros emergentes ainda sem água canalizada.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estadística (INE), 75,5% dos 4.577 agregados familiares em todo concelho do Porto Novo dispõem já de água canalizada nas suas casas.

Os responsáveis municipais admitem que “há ainda enormes desafios” a vencer em matéria de abastecimento de água neste concelho, que recebe, em 2018, investimentos municipais estimados em oito mil contos na melhoria dos sistemas e construção de reservatórios.

O maior desafio coloca-se em relação ao Planalto Norte, onde a edilidade já lançou um projecto de bombagem de água para essa localidade, co-financiado, em 21 mil contos, pelo Governo, o Sistema das Nações Unidos e pelas cooperações luxemburguesa e portuguesa.

JM/ZS

Inforpress/fim