Pico Leão, Tronco e Belém passam a ter energia eléctrica e iluminação pública

 

Cidade da Praia, 21 Dez (Inforpress) – As localidades de Pico Leão, Tronco e Belém (interior da Ribeira Grande, Santiago) passaram oficialmente, a partir desta noite, a beneficiar de energia eléctrica, com o primeiro-ministro a inaugurar a energia pública para o gáudios dos moradores.

Perante a euforia da população, que bradava pela chegada da iluminação pública debaixo do repicar de foguetes, Ulisses Correia e Silva descreve este investimento como dos bens básicos mais importantes para a melhoria da qualidade de vida e da economia das pessoas, sublinhando mesmo ter sido bom partilhar “esta grande alegria com os moradores”.

O Chefe do Governo fez questão de ressalvar que muitas destas famílias vêem primeira vez, iluminação pública e energia eléctrica em alguns domicílios, argumentando mesmo que há pessoas nestas localidades que tiveram uma vida inteira sem energia eléctrica para desfrutarem do básico.

Enquanto isto, o edil da Ribeira Grande, Manuel de Pina, disse que a promessa de cobrir todo o concelho com energia eléctrica já está na cifra dos 99 por cento e que resta apenas dotar a localidade de Mosquito de Horta, para quem, brevemente vai ser contemplada com iluminação pública, para que posteriormente possam arranjar as condições para a luz a todas as casas.

Assevera que se trata de uma grande alegria, nesta época natalícia e uma grande prenda para os municípios, tendo desde já firmado o compromisso de trabalhar para que a segunda grande reivindicação destas três localidades, a construção de estradas, sejam trabalhas nos próximos tempos.

Disse que estes povoados se afiguram como o potencial agrícola do município e que juntamente com o Governo 2ª mudança vai chegar”, pelo que anunciou ainda para este ano o inicio da construção da estrada da Santana.

Esta iniciativa, enquadra-se projecto de desenvolvimento dos sistemas de transporte e distribuição de electricidade em seis ilhas, designado por “Projecto 6 Ilhas”,

O “Projecto 6 Ilhas” tem como finalidade desenvolver as redes de transporte e distribuição de electricidade, de modo a elevar a qualidade do serviço público de electricidade em Cabo Verde, ao nível das normas internacionais, melhorar as performances técnicas, comerciais e financeiras da empresa nacional de electricidade (ELECTRA).

Constituem ainda, objectivos deste projecto, o aumenta da taxa global de acesso à electricidade, entre outros objectivos, como a substituição de contadores de energia defeituosos e renovação e reforço da iluminação pública.

Avaliado em cerca de 36,7 milhões de euros, este projecto abrange as ilhas de Santo Antão, São Vicente, Sal, Maio, Santiago e Fogo, tendo a meta de harmonizar o nível de tensão de 20 kV para distribuição em todas as ilhas abrangidas pelo projecto, visando reduzir as perdas, aumentar a taxa de acesso das populações ao serviço de electricidade, reduzir o tempo de interrupção causada por falhas na rede e melhorar o desempenho de negócio da Electra.

SR

Inforpress/Fim