Partido Popular critica gestão da direcção do Hospital Agostinho Neto

Cidade da Praia, 09 Set (Inforpress) – O Partido Popular (PP) criticou hoje a direcção do Hospital Agostinho Neto (HAN), considerando que a actual gestão “é incompetente e arrogante”.

Segundo o vice-presidente do PP, Felisberto Semedo, a gestão do presidente do Conselho de Administração do HAN, Júlio Andrade, tem sido marcada por situações que “colocam em causa” a competência em dirigir a entidade de saúde.

“Incompetência na gestão porque, depois de ter notado que alguns enfermeiros foram de férias, os pacientes começaram a ter choque directo, este PCA veio abrir concurso para enfermeiros. Isso, consideramos ser incompetência na gestão e atribuímos um cartão vermelho a esta situação”, sustentou.

Outro aspecto apontado por este dirigente político está ligado, conforme disse, ao facto de Júlio Andrade  ter supostamente mandado a comunicação social fazer uma carta, pedindo audiência para que ele possa dar uma conferência de imprensa, abordando temas concernentes ao hospital central da Praia.

“Só em Cabo Verde é que é aceitável o PCA de um hospital público mandar a comunicação social solicitar uma carta, para uma conferência de imprensa. Isso ultrapassa todos os limites e ele deve estar a considerar que o hospital é sua casa”, criticou.

Além disso, Felisberto Semedo afirmou ainda que a função do actual PCA do HAN “é incompatível”, pelo facto do mesmo ser dono de uma clínica privada.
Estas considerações foram feitas na sede do partido, na Cidade da Praia, após a habitual reunião quinzenal do Partido Popular.

HR/JMV

Inforpress/Fim