NOSI quer maior envolvimento do cidadão e sector privado no processo de transformação digital em Cabo Verde

 

Cidade da Praia, 23 Out (Inforpress) – O Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI) quer maior envolvimento do cidadão e sector privado no processo de transformação digital em Cabo Verde, disse hoje, na Cidade da Praia, o seu administrador, Carlos Santos.

“Já fizemos um percurso da governação electrónica durante 19 anos e houve ganhos extraordinários. Agora, temos que dar um salto e trazer uma abordagem mais focada na participação e na inclusão digital do cidadão e das empresas em todo esse processo”, assegurou.

Carlos Santos falava à imprensa no final da cerimónia de abertura do seminário subordinado ao tema “A transformação digital do sector público – Aonde estamos e que caminhos para o futuro?”, a decorrer na capital cabo-verdiana.

O encontro tem como propósito partilhar as melhores práticas e experiência da governação electrónica a nível internacional, nomeadamente as da Estónia, um país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico  (OCDE) “muito bem referenciado” nesta matéria, segundo Carlos Santos.

Este seminário, promovido pelo NOSI, em parceria com o Projecto de Apoio à Melhoria da Qualidade e Proximidade dos Serviços Públicos dos PALOP e Timor-Leste (PASP/PALOP-TL) visa, igualmente, conhecer outras experiências, nomeadamente o Roteiro de Governação Eletrónica PALOP-TL, a ser elaborado no âmbito do Projecto PASP.

“Durante o seminário vamos conhecer a experiência de outros países, fazer o balanço do nosso percurso e também apontar os caminhos para o futuro”, salientou o administrador do NOSI.

O projecto PASP/PALOP-TL tem como objectivo específico apoiar a modernização da administração pública, através da informatização dos serviços públicos (governação electrónica).

Pretende-se ainda com este programa contribuir para que cidadãos e empresas tenham serviços públicos “melhores e mais acessíveis, através da melhoria” do funcionamento das administrações públicas a nível nacional e local.

Os países beneficiários do Projecto PASP/PALOP-TL são Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Em Cabo Verde, no âmbito deste projecto, está sendo implementado o Sistema de Informação do Registo Comercial e Automóvel (SIRCA) pelo NOSI.

O SIRCA conta com financiamento do projecto “Apoio à melhoria da qualidade e proximidade dos serviços públicos dos PALOP e Timor-Leste” – PASP, co-financiado pela União Europeia, no âmbito do 10º FED, e com técnica assegurada pela Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA, I.P.).

JL/CP

Inforpress/Fim