Municípios cabo-verdianos estão com mais autonomia devido aos avanços da regionalização – MpD

Cidade da Praia, 18 Mai (Inforpress) – A vice-presidente do Grupo Parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD), Celita Pereira, disse hoje, na Cidade da Praia, que os municípios cabo-verdianos estão com “mais autonomia fruto dos avanços obtidos na questão da regionalização”.

A afirmação foi feita em conferência de imprensa para fazer o balanço de cinco dias de jornadas parlamentares, em preparação da sessão parlamentar de 21 a 25 deste mês de Maio.

“Nós já estamos a assistir transformações enormes a nível do município e esperamos que a nossa proposta sobre a regionalização seja consensualizada e que o PAICV venha a aderir para que tenhamos transformações positivas em prol do país”, disse Celita Pereira.

Quanto à interpelação ao Governo sobre a diáspora, introduzida pelo PAICV, classificou de “justa”, ressalvando que tem se trabalhado muito a esse nível da diáspora, principalmente na sua melhor integração.

“A preocupação do GP do PAICV é justa, mas o MpD tem acompanhado o Governo no trabalho que tem feito a nível da diáspora, principalmente na colaboração que tem dado para sua melhor integração, frisou a deputada.

Acrescentou que o MpD tem trabalhado junto da diáspora cabo-verdiana para a resolução das questões junto dos consulados, na sua integração económica e social, bem como na problemática da emissão dos passaportes.

Sobre isso, Celita Pereira revelou que através da Embaixada de Portugal já se pode, em uma semana, ter os passaportes renovados, contrariando assim a posição do PAICV de que esse processo pode demorar um ano.

“Temos feito tudo para ajudar os emigrantes a viverem legalmente nos países de acolhimento”, assegurou a deputada do partido que sustenta o Governo.

OM/ZS

Inforpress/Fim