Ministro da Cultura sugere a criação de um museu da ciência conhecimento e investigação

Cidade da Praia, 29 Ago (Inforpress) – O ministro da Cultura e da Industriais Criativas sugeriu hoje que o museu do Laboratório de Engenharia Civil (LEC) seja transformado num museu de ciência conhecimento e investigação e que seja uma opção complementar de ensino universitário.

A constatação foi feita por Abraão Vicente, esta tarde, no final da visita que efectuou ao museu de engenharia civil do Laboratório de Engenharia Civil (LEC), tendo sublinhado que a ideia é que o museu tenha uma “perspectiva mais abrangente” da oferta turística, mas também da oferta complementar ao ensino secundário e universitário.

“É muito interessante percebemos que as instituições com história, nesse caso o LEC que já tem cerca de 26 anos pode conseguir oferecer a sociedade cabo-verdiana novos tipos de conteúdos museológicos, peças interessantes e que podem fazer parte de um projecto futuro de museu de ciência conhecimento e investigação”, salientou o governante.

Para o ministro, para além de demonstrar o espólio e as potencialidades da instituição, a mesma poderá ser transformada num museu de ciência, tecnologia e engenharia no futuro.

“Queremos acreditar que ter uma oferta nesse sector poderá influenciar e ser uma opção complementar de ensino as universidades e ver os instrumentos que só se encontram em empresas altamente avançadas ou em laboratório de experiência”, constatou Abraão Vicente, que sugeriu que o LEC crie um museu onde os alunos possam fazer e participar das experiencias da instituição.

Por seu turno, a presidente do conselho da administração do LEC, Carla Martins, disse que para além de disponibilizar o espólio do sector da construção civil aos estudantes, universitários, investigadores e pesquisadores, o museu vai responder também a uma lacuna que havia de bens culturais e enriquecer o património cultural cabo-verdiano

Tendo em conta que o museu “não é muito divulgado”, assegurou que uma parceria com o Instituto do Património Cultural (IPC) e o Ministério da Cultura seria essencial para a divulgação da mesma, sendo que o museu está disponível e aberto para visitas turísticas e do público em geral.

“Pensamos que isso deveria incrementar e enriquecer o que existe em termos de museologia no país e dinamizar o aspecto educativo e cultural”, realçou.

A sala museu e exposição permanente do LEC denominada “Conhecer o presente (re)visitando o passado, através dos seus equipamentos” foi inaugurada a 21 de Maio deste ano e estão patentes mostras de peças antigas utilizadas na construção civil.

AV/AA

Inforpress/Fim