Inicio Sociedade Ministério da Educação monta plano de emergência para recuperar escolas afectadas pelo...

Ministério da Educação monta plano de emergência para recuperar escolas afectadas pelo mau tempo (c/áudio)

Cidade da Praia, 10 Set (Inforpress) – O Ministério da Educação está, neste momento, a preparar um plano de emergência para recuperar as escolas danificadas pelo mau tempo que atingiu Cabo Verde nos últimos dias.

A informação foi avançada pela directora nacional da Educação, Sofia Figueiredo, que adiantou que as delegações estão a fazer o levantamento da situação no terreno, para depois comunicar ao ministério, para efeitos de alocação de recursos e a realização dos trabalhos necessários.

“As aulas iniciam na próxima semana e este é um plano de emergência que está a ser elaborado precisamente hoje. Todas as delegações estão no terreno para fazer o levantamento da situação. Nós, durante o final de semana, tivemos conhecimento de algumas escolas que sofreram danos, essencialmente com os tectos, e vamos fazer esse plano de mitigação para a resolução desse problema com a maior brevidade possível”, disse.

Sofia Figueiredo acredita, entretanto, que a situação não é alarmante, pelo que perspectiva que as intervenções vão ser realizadas ainda esta semana para garantir um início de ano sem sobressaltos.

“Tivemos já informações de algumas escolas em São Vicente e Santa Catarina. Portanto, quase que somos obrigados a canalizar toda atenção para recuperação dessas escolas de forma imediata para garantir o início do ano lectivo de forma tranquila”, indicou.

Sofia Figueiredo lembrou que o Governo investiu, nesses dois anos, muitos recursos para a reabilitação das escolas em vários municípios do país por forma garantir maior comodidade dos alunos e melhorar o processo de ensino aprendizagem.

Para esse plano de emergência, ainda em elaboração, espera-se a colaboração de toda a comunidade educativa e da sociedade civil.

As aulas terão início na segunda-feira, 17, e esta quarta-feira, o Ministério da Educação vai dar uma conferência de imprensa para apresentar o panorama geral do ano lectivo 2018/2019, que será marcado pela continuação da implementação da nova matriz curricular e pela isenção da propina no 8º ano de escolaridade.

 

MJB/CP

Inforpress/fim