Maio: Câmara Municipal já tem em marcha a campanha de verão seguro nas praias

 

Porto Inglês, 14 Jul (Inforpress) – A Câmara Municipal do Maio já tem em marcha a campanha de verão seguro nas praias de mar, disse hoje à Inforpress o responsável da protecção civil na ilha, Carlos Tavares.

Em conversa com a Inforpress, Carlos Tavares assegurou que este ano a edilidade maiense assumiu esta responsabilidade financeira, visto que a Agência Marítima e Portuária manifestou a sua indisponibilidade em financiar este encargo que vinha sendo assegurado nos últimos tempos por aquela instituição.

“Nos anos anteriores era uma parceria entre a câmara municipal e a Agência Marítima e Portuária, mas devido a problemas financeiros apresentados este ano por aquela instituição, a edilidade encheu-se de coragem e assumiu esta responsabilidade sozinha, visto que as praias devem ser vigiadas. Mas estamos a contar com o apoio da Agência em termos de materiais e instruções”, frisou.

Conforme ainda aquele responsável, este ano os nadadores salvadores passaram de três para quatro, graças a um esforço da edilidade que respondeu à reclamação daqueles profissionais no sentido de se aumentar o número de nadadores salvadores nas praias.

“Este ano entendemos que os nadadores salvadores devem estar na praia de Bixi Rotxa, das 09:00 às 19:00, visto que é uma praia que recebe durante o dia a visita dos banhistas, enquanto que a praia de Ponta Preta, mais frequentada na parte da tarde, contará com a presença de um nadador salvador só neste período e, aos fins-de-semana, contará com dois nadadores salvadores, devido à presença de mais pessoas”, notou.

Carlos Tavares avançou igualmente que, este ano, para além das duas praias, Bixi rotxa e Ponta Preta, que vinham sendo vigiadas nos anos anteriores, está previsto o alargamento esporádico desta vigilância a outras praias que durante este verão venham a receber uma boa moldura de pessoas para passeios convívio.

Questionado se quatro nadadores salvadores é suficiente, Carlos Tavares disse que para a realidade da ilha é um número que pode dar alguma segurança aos banhista que se deslocam àquelas duas praias mais procuradas da ilha. No entanto avançou que a questão de protecção civil é uma responsabilidade de todos, pelo que exortou a todos que façam o que lhes cabe para melhor segurança nas praias.

De referir que as praias de Bixi Rotxa e Ponta Preta estão apetrechadas com uma torre de vigilância para auxiliar os nadadores salvadores nos seus trabalhos, estando também colocadas as bandeiras consoante o estado do tempo.

Todavia Carlos Tavares afiançou que algumas pessoas não estão a respeitar as bandeiras, embora admita que nem todos conhecem o significado das mesmas, pelo que garantiu que vai ser reforçada a campanha de sensibilização neste sentido.

WN/ZS

Inforpress/Fim