Liga Stopira homenageia César Semedo, antigo dirigente desportivo

Cidade da Praia, 17 Jul. (Inforpress) – A IV edição da Liga Stopira em futebol sub-19 foi antecipada para sexta-feira, no Estádio “Sucupira” numa prova que envolve 12 equipas dos concelhos da Praia e interior de Santiago em homenagem ao antigo dirigente desportivo César Semedo, “Cesinha”.

António Rodrigues “Barrusco”, o grande mentor deste projecto, adiantou à Inforpress que a organização decidiu homenagear César Semedo “Cesinha” em reconhecimento ao “grandioso trabalho realizado, enquanto dirigente desportivo para o desenvolvimento do futebol cabo-verdiano”, não só à frente do Boavista da Praia, seu clube de coração, mas em relação aos diversos atletas de Cabo Verde.

Barrusco considera que Cesinha teve um papel “muito importante” na internacionalização de muitos jogadores, sobretudo nativos da cidade da Praia que hoje passeiam a classe na esfera nos clubes internacionais e na selecção de Cabo Verde.

A prova deste ano conta com o concurso de 12 equipas/escolas em representação da cidade da Praia, Ribeira Grande de Santiago, São Domingos, Santa Cruz e São Miguel em três grupos de quatro clubes cada.

Os jogos vão ser disputados no sistema de todos contra todos, a duas voltas, apurando os vencedores e o melhor segundo classificado para a meia-final, a ser disputada a duas mãos.

De acordo com a actualização do calendário, a formação de Esperança (São Miguel), equipa que detém o título, inicia defesa do ceptro ante All Together às 08:30 desta sexta-feira, seguindo-se o Meio Achada x Sporting da Praia em jogos referentes ao Grupo A.

Os Jogos do Grupo B iniciam-se no sábado, também, no campo do Sucupira em Achada Santo António com Atletas de Cristo a enfrentar Bola Pr’a Frente às 14:30, partida que antecede Escola Djonsinho x Tira-Chapéu.

A jornada inaugural encerra-se no domingo, já que às 14:30 Criolinhos mede as forças com EPIF, para logo de seguida Nova Esperança fazer a recepção à São Filipe.

A Liga Stopira nasceu com o propósito de homenagear o defesa internacional cabo-verdiano “Stopira”, futebolista que se sagrou recentemente campeão da Hungria pela formação do Videtom, mas este ano tem a particularidade de laurear um dos grandes dirigentes do futebol em Cabo Verde, “Cesinha”.

SR/ZS

Inforpress/Fim