Inicio Politica Líder do PAICV pede sugestões do Chefe do Estado para a sua...

Líder do PAICV pede sugestões do Chefe do Estado para a sua participação na reunião da Internacional Socialista

 

Cidade da Praia, 12 Set (Inforpress) – A presidente do PAICV pediu hoje as contribuições e sugestões do Chefe do Estado para a sua participação na Reunião do Presidium da Internacional Socialista, que acontece a 21 de Setembro em Nova Iorque, EUA.

Janira Hopffer Almada, que vai participar na reunião enquanto vice-presidente da Internacional Socialista, explicou aos jornalistas que solicitou a audiência com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, tendo em conta os temas que estão na agenda para debate e por entender que os interesses do país devem ser colocados “acima dos interesses partidários”.

“A manutenção da paz e a segurança internacional” e o “crescimento económico sustentado e um desenvolvimento sustentável” são os dois temas agendados que, no entender de Janira Hopffer Almada, devem ser socializados com o Chefe do Estado como forma de definir as prioridades para Cabo Verde, visando defender as posições que melhor protegem o país.

“Esses temas serão, também, objectos de análise por parte da Assembleia Geral das Nações Unidas, por isso entendemos que deveríamos pedir este encontro com o Chefe do Estado para ouvir as contribuições e as sugestões, porque a vice-presidente da Internacional Socialista deve, sobretudo, servir Cabo Verde”, precisou a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição).

Na questão da segurança e manutenção da paz, a líder do maior partido da oposição explicou igualmente que o PAICV e o Presidente da República defendem a opção do diálogo, nomeadamente sobre a arma nuclear que envolve os Estados Unidos da Améria (EUA) e a Correia do Norte, sem esquecer o fenómeno do terrorismo e das ameaças radicais.

“Cabo Verde não está tão distante e não pode ficar alheio às ameaças, tanto que o turismo tem um peso muito grande na nossa economia e temos de poder ter algum tipo de controlo para proteger o país, por isso, a opção de isenção de vistos, que foi tomada há pouco tempo, deverá ser muito bem acompanhada para que possamos ter a filtragem necessária e não fazer com que o país corra riscos desnecessários”, sublinhou.

Em relação ao crescimento económico sustentado e desenvolvimento sustentável, a responsável anunciou que vai solicitar à Internacional Socialista que dê orientações ao Comité África Internacional Socialista para que crie um programa “consistente e bem definido” para responder à questão das mudanças climáticas nos pequenos Estados insulares como Cabo Verde.

Janira Hopffer Almada lembrou que o arquipélago é o sétimo país mais vulnerável às mudanças climáticas, motivo que leva o PAICV a avançar com uma proposta a nível da Internacional Socialista no sentido de se começar a elaborar uma agenda específica para pequenos Estados insulares, visto que Cabo Verde tem feito muitas reformas enquanto país, mas que “não tem chegado ao nível desejado”.

A Internacional Socialista, fundada em 1951, é uma organização que integra cerca de 150 partidos de mais de 100 países de todos os continentes.

No encontro com Jorge Carlos Fonseca, a líder do PAICV foi acompanhada pelo secretário geral do partido, Julião Varela, e pelo membro da Comissão Política Nacional, Arnaldo Andrade.

Encontro idêntico já foi solicitado com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, já que Janira Hopffer Almada defende que os interesses de Cabo Verde devem ser defendidos em qualquer instância que se possa ter oportunidade.

DR/ZS

Inforpress/Fim