José da Silva Gonçalves eleito vice-presidente da Assembleia-geral da Organização Mundial do Turismo

 

Cidade da Praia, 13 Set (Inforpress) – O ministro da Economia e Emprego, José da Silva Gonçalves, foi eleito esta manhã vice-presidente da Assembleia-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), cujos trabalhos se iniciaram terça-feira, em Chengdu, na China.

A informação é avançada por fonte do Governo, acrescentando que o ministro cabo-verdiano assumiu o seu lugar no decorrer dos trabalhos desta 22ª Assembleia-geral da organização.

A eleição dos membros do Conselho Executivo daquela organização está marcada para sexta-feira, 15, e neste momento, segundo a mesma fonte, existem “boas perspectivas” de Cabo Verde ser eleito para aquele órgão máximo da OMT, depois da Comissão para África ter colocado, esta terça-feira (por unanimidade), o arquipélago no topo de uma lista onde fazem parte países como a República Democrática do Congo, o Sudão e o Zimbabué.

A candidatura cabo-verdiana foi apresentada em Março do corrente ano ao órgão máximo da OM, pelo que as autoridades cabo-verdianas estão confiantes na eleição do país para ocupar um dos cinco lugares disponíveis para a África no Conselho Executivo da Organização Mundial do Turismo, conforme tinha dito à Inforpress, o director-geral do Turismo, Carlos dos Anjos.

Segundo Carlos dos Anjos, o país foi encorajado pela própria Organização Mundial do Turismo para concorrer ao Conselho Executivo da organização e caso vença será um “grande orgulho e um desafio”, porque o país estará no centro das decisões em relação ao turismo internacional.

Com sede em Madrid, Espanha, a OMT conta neste momento com membros de 157 países, sete territórios e mais de 300 afiliados, representando o sector privado, instituições educacionais, associações e autoridades locais de turismo.

À margem da 22ª Assembleia-geral da Organização Mundial do Turismo, o ministro da Economia e Emprego, José da Silva Gonçalves, terá um encontro com o vice-ministro chinês do Comércio com quem discutirá matérias relacionadas com a Zona Económica Exclusiva e Marítima de São Vicente, prevendo-se que participe, de 20 a 23 de Setembro, em Fujian, na Conferência sobre a Conservação e Desenvolvimento das Ilhas.

Inforpress/Fim