sarıyer haberleri">

Janira Hopffer Almada garante que PAICV vai apresentar brevemente a sua proposta sobre regionalização

 

Cidade da Praia, 12 Set (Inforpress) – A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) disse hoje, que num curto período do tempo os cabo-verdianos irão conhecer, para socialização, a proposta deste partido sobre a regionalização do país.

Janira Hopffer Almada fez este anúncio ao ser questionado a esse propósito, pelos jornalistas, à saída de uma audiência com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, com quem trocou impressões sobre a sua participação na Reunião do Presidium da Internacional Socialista, na qualidade de vice-presidente, evento a realizar-se a 21 de Setembro em Nova Iorque.

“O PAICV não reage às opções do MpD. O PAICV vai socializar com os cabo-verdianos a sua proposta e ideia concretas, não para responder às manifestações enquanto tubo de escape, mas sobretudo para preservar os interesses do país e muito em breve poderão conhecer a proposta do PAICV”, disse.

Segundo Janira Hopffer Almada, no dia 07 de Setembro, quando o vice-presidente do PAICV, Rui Semedo, deu a conferência de imprensa dizendo que o seu partido não tinha recebido nenhuma proposta estrutural para o desenho institucional da regionalização em Cabo Verde, por parte do Governo, era verdade.

“O que é grave, porque já tive dois encontros com o primeiro-ministro, a pedido meu, exactamente para podermos analisar, negociar e discutir as matérias das reformas que exigem maioria qualificada e que sejam fundamentais para o país, desde de lá, nada se passou”, afirmou, sublinhando que é “importante” que quem governe entenda que a responsabilidade de promover os consensos tem de partir, sobretudo, deste.

Entretanto, reiterou que o PAICV continua disponível para discutir e negociar todas as questões “relevantes” para o país, mas que “não aceita que se lhe imputa culpa que não tem”, salientando a convicção do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, aquando da sua candidatura às eleições legislativas, prometendo, sem ouvir todos os sujeitos, que se ganhasse as eleições, avançaria imediatamente com a regionalização.

Nesta segunda-feira, 11, Ulisses Correia e Silva escreveu na sua página oficial no facebook que o Governo elaborou uma proposta de lei onde estão definidos todos os elementos necessários para conceber e operacionalizar a regionalização, nomeadamente os propósitos, o tipo de regionalização, as competências, os órgãos, a forma de eleição, entre outros.

“Existe uma proposta. Está publicada. Pode haver outros entendimentos sobre o tipo de regionalização, as competências, os órgãos. Existem aqueles que pura e simplesmente se posicionam contra a palavra sem analisar o conteúdo. Em qualquer dos casos, é bom que se faça o debate e que ele não seja adstrito apenas ao Parlamento. Mas que se faça um debate com conteúdo”, lê-se na publicação.

“Nós temos uma proposta. Que apareçam outras. Que não seja apenas um exercício de negação. E que não seja um debate baseado no “nada”, concluiu o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, mas a presidente do PAICV garantiu que não deu entrada, ainda, no Parlamento, nenhuma proposta sobre a regionalização.

DR/FP

Inforpress/Fim

 

%d bloggers like this:
Modüler Bölme Duvar Açık ofis bölme sistemleri Ofis Bölme Sistemleri Jaluzili cam bölme Cam bölme duvar Jaluzili bölme duvar Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu Ofis dekorasyonu Hastane dekorasyon Ev dekorasyonu Sivas prefabrik Mutfak dekorasyonu Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon