Islamabad, 16 Fev (Inforpress) – Pelo menos 70 pessoas morreram hoje num atentado bombista contra um templo de corrente sufista no sul do Paquistão, de acordo com um novo balanço que duplica o número de vítimas mortais.

"Até ao momento morreram 70 pessoas e mais de 150 ficaram feridas", afirmou o inspector-geral da polícia da província de Sindh, A.D. Khawaja.

O mesmo responsável policial acrescentou que "muitas pessoas feridas estão em estado crítico", pelo que serão transferidas para Carachi "logo que helicópteros da Marinha e um avião C-130 cheguem ao aeroporto mais próximo".

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do atentado suicida, através da sua agência de notícias Aamaq.

O oficial da polícia local Rashad Hayat declarou que o bombista suicida fez-se explodir quando centenas de fiéis estavam a realizar um ritual semanal, o Dhamal, no templo da corrente sufista de Lal Shahbaz Qalandar, na cidade de Sehwan, na província de Sindh, no sul do país.

O anterior balanço oficial dava conta de 35 mortos e 60 feridos, mas as autoridades advertiam que este número poderia vir a revisto em alta.

Inforpress/Lusa

Fim

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.