Inforpress pretende comemorar 30º aniversário com conferências e encontro das agências da CPLP

Cidade da Praia, 26 Jul (Inforpress) – A realização de uma conferência com representantes internacionais e um encontro das agências da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) são algumas das actividades que a Inforpress pretende realizar para comemorar o seu 30º aniversário.

A intenção foi manifestada hoje, na Cidade da Praia, pela gestora executiva, à margem da apresentação da nova logomarca da Agência de Notícias Inforpress, cerimónia que dá início ao ciclo das comemorações alusivas ao seu 30º aniversário, sob o lema “trinta anos de rigor e imparcialidade”.

De acordo com Jacqueline Furtado de Carvalho, pretende-se ainda fazer actividades de aproximação com as comunidades e as universidades, bem como algumas acções de carácter desportivo e cultural.

Durante o seu discurso, a gestora executiva disse que no decorrer das comemorações a empresa pretende conectar todos os stakeholders (grupos de interesses) da comunicação social por meio das plataformas digitais, eventos, conferências, encontros, para contar a história da Inforpress.

Acrescentou ainda que a data servirá ainda para dar visibilidade ao trabalho que a agência tem vindo a desenvolver para manter sempre “vivo” o propósito de produzir e distribuir notícias com “rigor, imparcialidade e de interesse” para todo o cidadão.

A nova marca da empresa traduz-se numa “aposta na modernidade, no desenvolvimento e na inovação”, tendo o concurso para a escolha da mesma sido lançado em Março deste ano.

Das cinco propostas concorrentes inicialmente, foram retidas duas que transitaram à fase final de selecção, que contou com a participação do colectivo dos trabalhadores da Inforpress, emprestando subsídios para a melhoria da proposta.

Entretanto, para o apuramento do resultado final levou-se em conta 90 por cento (%) dos votos do júri e 10% do colectivo dos trabalhadores.

De acordo com o júri, a proposta vencedora, da empresa Sul Produções, tinha uma visão “moderna e bem conseguida” tendo conseguido obter uma avaliação próxima de excelente.

Como critério de avaliação tomou-se em consideração a criatividade, originalidade e inovação conceitual e técnica, tendo em atenção a aplicabilidade da marca que está intrinsecamente relacionada com os serviços de media e aplicações digitais.

OM/JMV

Inforpress/Fim