Ilha do Sal: Tribunal manda suspeito de pedofilia para prisão preventiva

Espargos, 18 Jul (Inforpress) – O Tribunal da Comarca do Sal decretou prisão preventiva um individuo de 23 anos, suspeito da prática de crimes de abuso sexual de menores e outro de exibicionismo, na localidade de Alto Electra – Espargos.

Em comunicado, a Polícia Judiciária faz saber que deteve na terça-feira, 17, o suspeito através do Departamento de Investigação Criminal do Sal (DICS), em cumprimento de um mandado do Ministério Público.

O mesmo é, segundo a mesma fonte, suspeito da prática de dois crimes de abuso sexual de criança, na sua forma continuada, um crime de agressão sexual e um crime de exibicionismo, ocorridos entre Março e Abril deste ano, na localidade de Alto Electra – Espargos.

As vítimas são duas crianças com idades compreendidas entre 09 e 11 anos.

O detido foi presente, na manhã de hoje ao tribunal que lhe mandou para a prisão preventiva.

Sabe-se entretanto, que na terça-feira, o Tribunal da Comarca da Boa Vista aplicou também prisão preventiva, como medida de coação, a um homem de 29 anos, acusado da prática do crime de agressão sexual contra a enteada de apenas 13 anos.

O alegado abusador foi detido esta segunda-feira, pela Polícia Judiciária fora de flagrante delito, no bairro da Boa Esperança, em Sal Rei.

GSF/CP

Inforpress/Fim