sar���±yer haberleri �¼sk�¼dar evden eve nakliyat Riverdale Konusu

Ilha do Sal: Grupos ultimam retoques para exaltar Rei Momo e conquistar primeiro lugar

 

Espargos, 12 Fev (Inforpress) – Gaviões, Patchê Parloa, Criola África e Maravilhas do Sul, aceleram o ritmo nesta recta final para abrilhantar o Carnaval, na ilha do Sal, em mais esta competição do Rei Momo, com olhos fixos no primeiro lugar.

Resta só mais uma noite de intenso trabalho para os retoques finais e ensaios.

Empenhados na perfeição, já que além de abrilhantar o Carnaval, o objectivo dos grupos carnavalescos é conquistar o primeiro lugar, no desfile desta terça-feira.

Gaviões de Horetelã que vai retractar o tema “Índia – o gigante indomável -, e Patchê Parloa que pretende brindar o público com o enredo, “Magia das cores e fantasia infantil”, são os principais adversários neste desafio carnavalesco 2018, onde também vão estar na rua, na Avenida do Morro Curral, vários outros grupos de animação para distrair e divertir as pessoas num ambiente de muita música e batucada.

Pretendendo encher a Avenida Morro Curral de foliões, os grupos vão sair com cerca de 400 figurantes e respectivo carro alegórico, com samba no pé, para transmitir o público calor e energia.

No primeiro dia o desfile é na cidade dos Espargos, e em Santa Maria o festejo carnavalesco está marcado para o dia 14, na Avenida dos Hotéis – também Dia de São Valentim e de Cinzas -, onde deverá ser feita a entrega dos prémios, troféus, coroação dos reis, e imposição de faixas, por volta das 15:30.

Este fim-de-semana as ruas da Preguiça e da cidade de Santa Maria estiveram movimentadas com a presença de grupos infantis e das escolas secundárias, num desfile carnavalesco animado e colorido.

Considerando que o Carnaval do Sal está a cada ano a atingir maior dimensão, a todos os níveis, os líderes dos diferentes grupos, rendidos pelo cansaço, porém satisfeitos com o resultado dos trabalhos, conforme dizem, apelam a uma melhor atenção e valorização desta manifestação cultural na ilha turística, particularmente por parte dos operadores económicos, os hotéis.

Apesar da falta de patrocínio, uns e outros acreditam que este ano o Carnaval no Sal vai superar os anos anteriores.

Entretanto, a Inforpress sabe que o orçamento do Carnaval 2018 disponibilizado pela autarquia foi de 4 mil contos, distribuídos entre financiamento – cabendo a cada grupo 550 contos -, prémios e dois dias de cortejo.

SC/FP

Inforpress/Fim

 

 

 

otomobil blogu