Ilha do Sal: Empossados órgãos sociais dos Bombeiros Voluntários

Espargos, 21 Mar (Inforpress) – Os órgãos sociais dos Bombeiros Voluntários da ilha do Sal tomaram posse hoje à tarde, num acto testemunhado pelo edil Júlio Lopes, no salão nobre dos Paços do Concelho.

A direcção é composta por José Luís Veloso como presidente, e por Carlos Figueiredo Brito, como vice-presidente, o secretário, Roque Almeida, o tesoureiro, Daniel Évora, Luceth Santos 1º vogal, e Janine Delgado, 2º vogal.

A Assembleia-Geral, por sua vez, é constituída pelo presidente José Carlos Araújo dos Santos, o vice-presidente Humberto Lélis, secretária Beverly Gomes, e 2º secretário Américo Soares.

O Conselho Fiscal é encabeçado pelo presidente Tiago Gonçalves, tendo como vice-presidente, Manuel Adrião (Nice SOSOL), e Gualberto do Rosário como secretário-redactor.

Chegada a fase dos discursos, depois da leitura do termo de posse, e respectivas assinaturas, o presidente da Câmara Municipal, Júlio Lopes, destacou a importância desta associação de bombeiros voluntários, já que, conforme disse, está-se a construir algo novo e “relevante” para a ilha.

“É fundamental que esta ilha tenha um bom serviço de Protecção Civil, e um bom serviço de Bombeiros. Juntos, somos mais fortes, assim podemos construir algo maior por forma a proteger não só as pessoas, mas também as propriedades”, sublinhou, augurando o desenvolvimento do corpo de bombeiros voluntários por forma a engrandecer a missão.

“A Câmara Municipal está disponível para dar todo o apoio institucional e financeiro, para rapidamente, termos bombeiros 24 sob 24 horas, porque não sabemos quando as coisas acontecem”, manifestou.

No seu discurso de tomada de posse, José Luís Veloso afirmou estar consciente das dificuldades e do trabalho que a direcção que encabeça terá pela frente, mas mostrou-se confiante para lidar com as adversidades, esperando conquistar a confiança de todos.

“A criancinha acabou de nascer, mas os projectos para o futuro são exigentes e ambiciosos. Nós queremos fazer desta Associação de Bombeiros Voluntários um exemplo em Cabo Verde e para outros que nasçam, e ajudem este país no seu progresso a nível de assistência e intervenção àqueles que precisarem dos seus serviços”, exteriorizou.

A terminar, José Luís Veloso manifestou determinação em dar o seu melhor pela associação e pelo seu corpo de bombeiros.

“Muito trabalho pela frente mas juntos lá chegaremos”, finalizou.

Já José Carlos Araújo dos Santos, presidente da Assembleia-Geral, para quem ser bombeiro é uma forma de vida, disse que o altruísmo e a solidariedade social são seus lemas, pelo que exige muita coragem e força de vontade.

“Estas pessoas, homens e mulheres colocam a sua vida em risco para ajudar os outros sem pedir nada em troca”, enfatizou.

Tendo como principais desafios a formação de novos bombeiros, aquisição de equipamentos para fazer face a situações de incêndios, bem como instalações próprias, o corpo de Bombeiros Voluntários no Sal conta com 41 elementos, sendo 11 mulheres e 30 homens.

SC/CP

Inforpress/Fim