Ilha do Sal/Saúde: Director do Hospital Ramiro Alves Figueira destaca contributo da cooperação com África Avanza

Espargos, 27 Out (Inforpress) – O director do Hospital Ramiro Alves Figueira, na ilha do Sal, afirmou, sexta-feira, que a cooperação com a Associação África Avanza, Bilbao, Espanha, tem contribuído de forma “muito clara” para o desenvolvimento da saúde em Cabo Verde.

Hélder Almada falava na sessão solene de imposição e investidura de distinções honoríficas municipais à Associação África Avanza e, a título póstumo o Dr. Koldo de Pérdigo, que fazia parte da equipa de médicos voluntários da África Avanza e co-fundador desta associação que periodicamente deslocava-se ao Sal para intervenções cirúrgicas de carácter altruísta.

Como médico, Hélder Almada que também faz parte desta equipa, testemunhando os “louros alcançados” através dessa cooperação “exemplar”, conforme disse, sublinhou que a população do Sal e não só, tem beneficiado ao longo dos últimos cinco anos de uma “excelente” prestação de cuidados de saúde em variadas áreas médicas, graças a esta parceria que se desenvolveu entre o Hospital do Sal e a Associação África Avanza.

“Cada ano vemos diferenciando o atendimento, introduzindo, através do esforço da África Avanza, novas valências, novas especialidades, uma cooperação que a olhos vistos tem vindo a crescer e a diversificar-se”, exteriorizou, acrescentando que com esta cooperação, o Hospital do Sal beneficiou-se, também, de equipamentos e consumíveis, além da partilha de conhecimento e experiência técnica a cada missão.

“Foi possível dar atenção de qualidade à população mais vulnerável, com impacto positivo directo na vida das pessoas, contribuindo para uma redução, também, das evacuações”, acentuou.

Por seu turno, o presidente da África Avanza, Inaki Gascón, destacando a solidariedade como uma das características dos Bascos, disse que a equipa de médicos manifesta-se satisfeita com os resultados dessa cooperação, tendo colocado muita dedicação e empenho nesta missão, não obstante também registar algumas decepções.

“Todo o nosso trabalho é baseado no voluntariado, sem esperar nada em troca. Nunca imaginamos que hoje estaríamos aqui a ser distinguidos. Ficamos felizes pela amizade e reconhecimento”, exteriorizou, Inaki Gascón, manifestando-se comprometido com o desenvolvimento da saúde em Cabo Verde, prometendo transportar mais projectos para o país, a esse nível.

Borja de Pérdigo, filho do malogrado cirurgião, Dr. Koldo de Pérdigo, agradecendo o tributo o pai, falecido em Abril do ano passado, disse que a família ficou muito feliz com este gesto.

“Meu pai foi feliz nesta terra. E se referia ao povo cabo-verdiano como um povo alegre, sensível e orgulhoso. Dizia: Estou muito orgulhoso de trabalhar com os conterrâneos, nativos, para conseguir melhor sistema sanitário naquele país”, disse, lembrando as palavras do progenitor.

Esta decisão da Assembleia Municipal de conceder a Insígnia Honorífica Municipal de Reconhecimento e de Mérito Cívico, na forma de medalha dourada, à África Avanza e ao Dr. Koldo de Pérdigo, enquadra-se, institucionalmente, no tributo público que o Município do Sal pretendeu fazer a esta ONG e ao falecido médico espanhol.

SC/CP

Inforpress/Fim