Ilha do Sal: Diabéticos celebram efeméride com tenda de saúde para cuidados e despistagem da doença

 

Espargos, 14 Nov (Inforpress) – Os diabetes na ilha do Sal celebram a efeméride com tenda de saúde visando a despistagem da diabetes e os cuidados a ter com a doença, no âmbito do Dia Mundial da Diabetes, assinalado a 14 de Novembro.

A actividade promovida pela Associação dos Diabéticos em parceria com o Hospital Regional, Delegacia de Saúde do Sal e Verdefam, foi muito concorrida durante o primeiro período da manhã.

Enunciando que a ilha do Sal conta actualmente com cerca de 200 diabéticos entre crianças, adolescentes, adultos e idosos, a nutricionista Rosa Gomes e vice presidente da Associação dos Diabéticos do Sal (ADIB -Sal), denota com alguma apreensão que a maior preocupação dos diabéticos na ilha reside no aspecto nutritivo, dado à carência no mercado e elevado custo dos alimentos adequados para a diabetes, a par da fraca condição financeira dos pacientes para adquirir comidas elementares para a sua saúde.

Celebrado este ano sob o lema “Mulheres e diabetes – nosso direito a um futuro saudável”, a médica nutricionista refere que a data é sempre mais uma oportunidade para reflexão e chamada de atenção aos portadores da doença, familiares e à sociedade em geral, de modo a melhorar a qualidade de vida, e cada dia os diabéticos poderem lidar com a doença de forma natural e cuidada.

“Não é lembrar ou cuidar do diabético só no dia 14 de Novembro. Mas lembrar das dificuldades por que passam todos os dias, a nível de sua alimentação, na aplicação da insulina ou administração de outro medicamento… Não pensar que os problemas dos diabéticos são apenas da responsabilidade da Delegacia de Saúde. É de toda a sociedade”, exteriorizou a médica.

Rosa Gomes disse que os diabéticos registados são seguidos em dias próprios, e que a maior parte tem a doença controlada, pois, as consequências da diabetes não controlada aparecem silenciosamente, nomeadamente cegueira, problemas renais, cardíacos, amputação de membros, entre outros.

Durante a tenda de saúde que se prolongou até por volta das 15:00 os diabéticos atendidos vão receberam o seu cartão de identificação, com todas as informações, por exemplo o que fazer em situações de hipoglicémia (baixa de açúcar no sangue), complicação mais grave e frequente no diabético.

A Diabetes é uma doença em que o pâncreas não produz uma quantidade suficiente de insulina e há açúcar aumentando no sangue e urina.

Diabetes é a elevação da glicose no sangue: Hiperglicemia.

SC/FP

Inforpress/Fim