Ilha do Sal: CEMAM assinala Dia Mundial da Poesia e Dia da Árvore com um leque diversificado de iniciativas

Santa Maria, 16 Mar. (Inforpress) – O Complexo Educativo de Santa Maria, ilha do Sal, celebra Dia Mundial da Poesia e Dia da Árvore, assinalados a 21 de Março, com um leque diversificado de iniciativas e especial envolvimento dos alunos.

Segundo Carlos Elias Barbosa, subdirector dos Assuntos Sociais e Comunitários do Complexo Educativo Manuel António Martins (CEMAM), o programa, que tem como público alvo os alunos, propõe realçar a Biblioteca Rev. Gilberto Évora, naquele estabelecimento de ensino, para demonstrar como a poesia e a natureza “fundem-se de forma mágica e única”.

“Onde as palavras e a beleza do espaço originam momentos de lazer, criatividade e prazer”, enfatiza, destacando o espectáculo de poesia que vai marcar a efeméride.

Para dar um cheiro do que vai acontecer neste dia, cujo programa enquadra-se no projecto “CEMAM Ler +”, o responsável explica que da entrada da escola à Biblioteca Rev. Gilberto Évora, cultivam-se rimas, ritmos, cores e descobrem-se plantas, através de cada criança e adolescente em formação.

Ao longo do dia, as actividades desdobram-se em leituras de poesias em português, francês, inglês e crioulo, estátuas vivas, pinturas de mural, entre outras.

Uma exposição de livro de poesia, música e montagem de uma árvore com poesias produzidas pelos alunos do CEMAM, intitulado “Decora a tua árvore com um poema”, marcam, igualmente, o momento.

Depois da abertura testemunhada pelo presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, e da delegada do Ministério da Educação, local, Márcia Graça, segue-se “Leituras soltas” onde os alunos da CEMAM vão declamar vários títulos, nomeadamente “À ma mère – Camara Laye; Femme noire – Leopold Senghor; Dimokransa – Kaka Barbosa.

A assistência poderá também deliciar-se com “RAPoesia”, “Diz lá um poema”, entre outras actividades culturais.

SC/ZS

Inforpress/Fim