Ilha do Sal: CALAO promove campanha de limpeza visando a protecção das tartarugas marinhas

Espargos, 11 Maio (Inforpress) – A Associação internacional, CALAO arranca este domingo, na ilha do Sal, uma campanha de limpeza na zona do Feijoal, Pedra de Lume, visando a protecção das tartarugas marinhas.

O representante da CALAO em Cabo Verde, Hélder Rendall Évora, cuja associação se encontra sediada na ilha desde 2015, avança em declarações à Inforpress que a actividade, que arranca a partir das 9:30 deste domingo, tem como propósito a prevenção da vida animal na África Oriental e Ocidental.

“O nosso objectivo é tentar deixar o mais desimpedido possível o caminho às tartarugas para desova que passa, principalmente, pela recolha de lixos vindos ou produzidos em alto mar, tais como pedaços de rede ou linhas de pesca, bóias e garrafas de plástico que depois de estar à deriva acabam por se fixar nas baías, também procuradas pelas tartarugas para desova”, explicou Hélder Évora.

Segundo o ambientalista, a CALAO tem agendado cinco campanhas anuais, tendo nas últimas sete semanas ultrapassado a barreira dos 3500 quilogramas de lixo recolhido.

“O mínimo conseguido em 2015 foi 500 quilogramas, ano em que tivemos espaço para apenas uma recolha. Já nos anos seguintes conseguimos recolher 600 a 950 kg de lixo. Se tivéssemos apoio de mais voluntários, o resultado seria maior”, palpitou Nelson Rendall destacando o apoio da Câmara Municipal do Sal, com quem a CALAO, disse, pretende oficializar um protocolo em defesa das espécies marinhas da costa da ilha.

PE/SC/JMV

Inforpress