Ilha do Sal: Africa Avanza celebra cinco anos de cooperação no Hospital Ramiro Alves Figueira

Espargos, 04 Abr. (Inforpress) – A equipa de médicos da África Avanza, Espanha, Bilbao, celebra, este mês de Abril, cinco anos de cooperação e renova seu compromisso com o desenvolvimento da ilha na área da saúde.

A África Avanza é uma associação independente, sem fins lucrativos, formada por profissionais solidários e voluntários, experimentados em diversos campos, que disponibilizam o seu tempo, conhecimento e próprios recursos económicos, de forma desinteressada, em prol dos mais necessitados.

Esta ONG desenvolve há cinco anos com o Hospital Regional do Sal um programa de cooperação médica denominada “Médicos Solidários para Cabo Verde (MSCV), deslocando-se, periodicamente para realizar consultas e intervenções cirúrgicas, na ilha turística.

Desde a primeira missão, o programa já contou com 114 voluntários médicos e sanitários de 12 especialidades médicas que se traduzem em 26 missões e 739 intervenções cirúrgicas – algumas delas realizadas pela primeira vez em Cabo Verde -, entre 900 consultas, tratamentos específicos e actividades formativas.

A celebrar neste mês de Abril cinco anos de cooperação, data em que foi realizada as primeiras intervenções cirúrgicas no quadro desta colaboração, considera-se que a iniciativa favorece a transmissão de conhecimentos práticos e técnicas médico-cirúrgicas aos profissionais sanitários, bem como à redução de lista de espera e evacuações.

Os doutores Koldo de Pérdigo e Luís Manuel Renedo foram os médicos cirurgiões estreantes na realização das primeiras cirurgias no âmbito desta cooperação, sendo duas intervenções ginecologistas e um apendicectomia de urgência.

Conforme nota de imprensa a que Inforpress teve acesso, ao longo destes anos, a cooperação converteu-se “sem dúvida” numa das mais “importantes” do país, cujo programa com impacto directo na melhoria da saúde e das condições e qualidade de vida dos salenses e pacientes oriundos de outras ilhas, já assistiu mais de 1.600 beneficiários.

Ainda no âmbito da cooperação, foram doados equipamentos médicos “importantes” e mais de três mil quilos em consumíveis sanitários.

Empenhada em solidificar esta cooperação nos próximos anos, a equipa da África Avanza pretende desenvolver um programa de formação medico-sanitária para profissionais cabo-verdianos da área, em memória do doutor Koldo de Pérdigo, promotor e principal impulsor da iniciativa, falecido no dia 12 de Abril do ano passado.

O médico era considerado um “excelente cirurgião amado e respeitado” no País Basco, a sua terra natal, e em Cabo Verde, para onde viajou em 11 ocasiões, participando de 211 cirurgias, totalmente altruístas, porque “firmemente” comprometido com os mais desfavorecidos.

SC/ZS

Inforpress/Fim