Inicio Politica Ilha do Maio: Autarquia faz balanço “extremamente positivo” das festas do município

Ilha do Maio: Autarquia faz balanço “extremamente positivo” das festas do município

Cidade do Porto Ingles, 11 Set (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Maio afirmou hoje que o balanço das festas do município é “extremamente positivo”, apesar dos constrangimentos registados na ilha, devido ao mau tempo que levou ao cancelamento do segundo dia do festival.

Miguel Rosa que falava à Inforpress no balanço das festas do município do Maio, que tiveram como ponto alto os dias 07 e 08 de Setembro,  a “participação especial” do Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, e a comemoração do centenário do município, afirmou que este ano foi “um ano melhor” em actividades realizadas e em afluência de pessoas.

Lamentou, entretanto ao cancelamento do segundo dia do festival que anualmente mobiliza milhares de pessoas, afirmando que a decisão da sua suspensão, devido ao mau tempo, deve-se ao facto de a integridade física e a segurança das pessoas serem prioridades para a autarquia.

“As festas do município deste ano tiveram várias vertentes de actuação e apesar de não termos mais navios por causa das condições do porto do Maio devido ao mau tempo acredito que nos últimos anos não tínhamos tido uma afluência de pessoas como este ano, muitas pessoas visitaram a ilha do Maio, as actividades correram de forma tranquila”, disse, afirmando que as festas do município tem dado provas de serem a época que “mais mobiliza os visitantes e amantes” da ilha.

Afirmou ainda que a câmara conseguiu finalizar as obras de requalificação urbana na vila do Barreiro e na cidade do Porto Inglês, um facto que atribuiu como presente da edilidade para os moradores por ocasião das festas do município e da padroeira da Nossa Senhora da Luz.

“Tivemos inaugurações das obras de requalificação urbana, inauguração do parque infantil e lançamos a primeira pedra de uma obra de requalificação urbana e ambiental da ribeira de Fontona, para a construção um parque urbano que vai transformar completamente toda paisagem e a entrada da cidade do Porto inglês e vai permitir a drenagem de águas e reduzir os efeitos das cheias nessa zona”, concluiu.

CM/AA

Inforpress/Fim