Ilha do Fogo: Vários indivíduos conduzidos à esquadra para identificação, acusados de alegado subtracção de telemóveis e carteiras

São Filipe, 30 Abr (Inforpress) – Agentes da Policia Nacional (PN) conduziram vários indivíduos à esquadra policial de São Filipe para identificação e averiguações , na sequência de queixas de subtracção de telemóveis e de carteiras na tarde e noite de domingo, no hipódromo e Presídio, respectivamente.

O comandante da Esquadra Policial de São Filipe, Fernando Tavares, avançou ao meio da tarde de segunda-feira, 30, que vários indivíduos, originários da ilha de Santiago, teriam sido detidos para identificação na sequência das queixas apresentadas, indicando que pelo menos cinco pessoas ficaram sem os seus telemóveis e uma outra sem carteira que continha perto de 30 mil escudos.

Além da pessoa que apresentou queixa pela subtracção da carteira durante a fase final da corrida de cavalos, outras pessoas foram vítimas de “caço body” no Presídio e que não apresentaram queixas, de entre as quais um emigrante nos Estados Unidos da América, que ficou sem a carteira com 500 dólares e telemóvel.

A subtracção de pertenças habitualmente acontecia no Presídio, mas este ano a prática foi alargada ao hipódromo de São Filipe.

Algumas das vítimas optaram pela solicitação de declaração de documentação como carta de condução e não por queixa de uma forma directa.

Recorda-se que, logo nos primeiros dias da festa, a Policia Nacional deteve, no aeródromo de São Filipe, um individuo que pretendia viajar para a cidade de Praia, suspeito de ter subtraído dois mil dólares de uma emigrante, num dos estabelecimentos comerciais.

JR/JMV

Inforpress/Fim