Ilha do Fogo: Trabalhos de desobstrução da estrada de Sumbango iniciados hoje com a chegada de máquina

Mosteiros, 13 Jul (Inforpress) – Os trabalhos para a desobstrução do troço de estrada nacional EN1-FG01, de Sumbango, que liga Mosteiros a São Filipe, via norte, iniciam-se hoje, após a chegada na tarde de quinta-feira da máquina adaptada para a intervenção.

A chegada da máquina foi antecipada para um dia e, estando no local, os trabalhos de desobstrução da estrada, interditada há quatro semanas, iniciam-se hoje e a previsão é de que a mesma esteja transitável antes das festividades do Dia do Município dos Mosteiros, que se celebra a 15 de Agosto.

O presidente do Conselho Directivo do Instituto de Estradas (IE), Eduardo Lopes, explicou que os trabalhos para remoção dos materiais, provocados pelo “movimento de massa complexo”, vão iniciar na “crista” do talude para provocar a queda programada da rocha, respeitando todos os requisitos de segurança.

Depois da intervenção na parte superior vai-se avançar com os trabalhos de limpeza da plataforma para permitir a circulação de viaturas e pessoas em segurança.

“A intervenção não deve passar pelas medidas de urgência porque podem revelar-se insuficientes para garantir a estabilidade e há necessidade de soluções mais definitivas e duradouras”, referiu Eduardo Lopes, aquando da sua visita ao troço, acrescentando que, numa segunda fase, pode-se recorrer a introdução de elemento estruturantes como “ancoragens e pregagens”, “construção de murros de contenção”, “aplicação de rede metálica de dupla ou tripla torção ou projecção de argamassas ou betão”, cenários que serão definidos no estudo técnico encomendado.

O estudo, encomendado pelo IE a um especialista português da área de geologia, deve ser entregue na próxima segunda-feira, 16, e vai indicar as intervenções futuras e definitivas.

O edil dos Mosteiros, Carlos Fernandinho Teixeira, congratulou-se com a chegada da máquina e o início dos trabalhos de desobstrução da via de Sumbango, que esta semana voltou a registar desabamento de rocha, esperando que até final de Julho, o troço que liga o litoral a zona norte do município e os Mosteiros a São Filipe, via norte, esteja transitável.

JR/CP

Inforpress/Fim