Ilha do Fogo: Obras de reabilitação da Casa Materna reinauguradas a 01 de Setembro

São Filipe, 27 Ago (Inforpress) – As obras de reabilitação do edifício da Casa Materna, construída há mais de meio século e o Centro Catequético, edificado nos anos 80 do século passado, propriedades da Diocese, vão ser reinauguradas a 01 Setembro.

As obras, iniciadas há vários meses, visam a reabilitação deste complexo para a sua transformação num centro regional de formação, segundo afirmou o pároco da Nossa Senhora da Conceição, padre Lourenço Moreira, aquando do inicio das obras, suportadas pela Paróquia e pela Diocese com apoio das comunidades.

O projecto consistiu na reabilitação dos dois blocos de edifícios, a transformação da parte traseira da Casa Materna com a construção de um complexo com apartamentos para rentabilizar o espaço, e placa desportiva, substituição da cobertura das instalações de Casa Materna (telha de fibrocimento e com material cancerígena para telha luso), pintura, reparação do espaço como instalações sanitárias, muro de protecção, de entre outras, sendo que o orçamento inicial era superior a 130 mil contos.

Com a reabilitação, a entidade religiosa pretende dar a Casa Materna e o Centro Catequético, uso condigno para que foram construídos, nomeadamente a formação humana de crianças e jovens mais vulneráveis.

Só para a cobertura em telha, a Paroquia adquiriu, pelo menos, 12 mil telhas, sem contar com a madeira para as várias salas que compõe este edifício.

A Casa Materna foi construída pelo padre Camilo Torassa, em meados de 1966/67, e contribuiu para formação de várias gerações de foguenses, pois neste espaço funcionou o primeiro jardim infantil, escola primária, ciclo preparatório (1968/69) e foi ai que nasceu a primeira escola secundária da ilha, já o centro catequético foi construído nos meados de 1980, igualmente no reinado de padre Camilo.

As obras de reabilitação da Casa Materna e do Centro Catequético ocorreram durante o reinado do padre Lourenço Moreira e esta é a sua ultima obra física já que uma semana após a sua inauguração deixará as funções do pároco da freguesia da Nossa Senhora da Conceição e vai ser substituído pelo padre Lourenço Rosa.

O acto de passagem da paróquia ao seu substituto vai ser testemunhado pelo cardeal e bispo de Santiago, Dom Arlindo Furtado, e acontece no dia 09 de Setembro.

JR/CP

Inforpress/Fim