Inicio Ambiente Ilha do Fogo: Instituto de Estradas está a perspectivar vinda de especialista...

Ilha do Fogo: Instituto de Estradas está a perspectivar vinda de especialista para avaliar situação no troço de estrada de Sumbango

São Filipe, 25 Abr (Inforpress) – O Instituto de Estradas (IE) está a desenvolver esforços junto de uma empresa para a vinda de especialistas para avaliar a situação no troço de estrada nacional EN1-FG01 de Sumbango (Mosteiros) e propor soluções técnicas para estabilizar os taludes.

Desde início de Abril tem-se registado desabamentos de blocos de rocha neste troço de estrada nacional na zona de Sumbango, na ilha do Fogo, que liga o centro da cidade de Igreja a parte norte do município e a São Filipe via norte), facto que levou a edilidade a solicitar a intervenção do Governo.

Numa nota de imprensa, o Governo anota que dado à elevada complexidade técnica, o IE está a desenvolver esforços junto da ELEVO, para deslocação de especialistas, com a maior brevidade, para avaliar a situação e propor as soluções técnicas, observando que o Governo, está “atento e preocupado” com a segurança das pessoas, solicitando a compreensão e colaboração da população no sentido de estarem atentos a estes constrangimentos e tomarem todas as precauções possíveis ao seu alcance para evitarem situações de risco.

O desabamento de blocos de rocha, segundo a nota, é um fenómeno natural que há muito ocorre naquela região, mas que face ao aumento da frequência, na primeira quinzena de Abril, e para garantir a segurança dos utentes daquela via, o Instituto de Estradas (IE), através da ELEVO, empresa responsável pela manutenção corrente das estradas na ilha do Fogo, em estreita coordenação com a Câmara Municipal dos Mosteiros, tem assegurado a remoção imediata dos destroços e reestabelecido a circulação na via.

Por se tratar de uma via de circulação fundamental para o dia-a-dia das pessoas, o Ministério das Infraestruturas e a própria população estão conscientes da necessidade “urgente” de se criar condições de segurança, para minimizar os riscos para aqueles que circulam nesta via.

Devido os meios técnicos e humanos existentes no país, o Instituto de Estradas em articulação com a Câmara Municipal dos Mosteiros, implementou algumas medidas de caracter emergencial, como a desobstrução da via, execução de queda controlada dos blocos de rocha que evidenciavam maior instabilidade, através de inspecção visual, sinalização adequada para possíveis constrangimentos da via, nomeadamente queda de materiais e a sua possível obstrução e permanência de uma equipa no local, dotada de equipamento adequado para remoção de materiais.

A autarquia dos Mosteiros defendeu uma intervenção estruturante neste troço de estrada de Sumbango, que liga o centro do município à região norte e ao município de São Filipe como forma de evitar o desabamento frequente de rocha.

JR/ZS

Inforpress/Fim