Ilha do Fogo: Governo vai disponibilizar perto de 300 mil contos para requalificação urbana de São Filipe – Ministro do Estado (c/áudio)

São Filipe, 07 Set (Inforpress) – O compromisso do Governo até o final da legislatura com a Câmara de São Filipe passa na disponibilização de uma carteira de financiamento no valor de 284 mil contos para a reabilitação e requalificação urbana.

A informação foi transmitida pelo ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares, da Presidência do Conselho de Ministros e ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, que quinta-feira visitou as obras municipais em execução e os locais para implementação de projectos estruturantes para o desenvolvimento do município de São Filipe.

Além deste pacote financeiro, São Filipe vai beneficiar de quase 30 mil contos do Fundo do Ambiente para reabilitação da orla marítima, entre a praia de Fonte Bila e a de Nossa Senhora da Encarnação, refere Fernando Elísio Freire, para quem a parceria entre o Governo e a Câmara de São Filipe tem traduzido em resultado.

O governante apontou as obras de reabilitação do parque escolar, a melhoria das acessibilidades e requalificação de vários bairros, salientando que tudo aquilo que se está a ver na ilha é uma conjugação de esforços entre o Governo e a Câmara para mudar a cidade de São Filipe.

Neste particular, disse que a primeira questão passa pela mudança da atitude das pessoas em relação à sua cidade, aumentar da auto-estima das pessoas que gostam da cidade e estão nas ruas, e que a segunda questão tem a ver com a regeneração do centro histórico de São Filipe.

Fernando Elísio Freire considerou a regeneração do centro histórico de “extremamente importante”, apontando um conjunto de obras que serão realizadas nesta perspectiva com a requalificação do largo defronte à antiga cadeia civil e sua transformação na “praça das bandeiras”.

Entre outros projectos, destacou também a requalificação de toda a orla marítima, desde Fonte Bila até praia da Nossa Senhora da Encarnação, a reabilitação do Presídio, obra que para o ministro faz com que a “cidade esteja mais aprazível e disponível para o desenvolvimento”, porque, segundo adiantou, a “ilha e cidade têm grande potencialidade turístico, histórico e cultural e o Governo está a investir para melhorar a cidade e a ilha.

Durante a visita, cujo objectivo foi de constatar “in loco” o ponto da situação sobre um conjunto de competências passadas às Câmaras Municipais e para inteirar das obras financiadas pelo Executivo, através do Fundo do Ambiente, e no âmbito relacionamento entre o Governo e os municípios, Fernando Elísio Freire passou também pela lixeira municipal que funciona a menos de 300 metros do hospital regional.

Segundo informações prestadas pelos responsáveis municipais, semanalmente faz-se a cobertura dos lixos com uma camada de terra até que a solução definitiva seja encontrada e segundo a edilidade o lixo será posteriormente removido para outro local (futuro aterro sanitário), já que está num terreno privado e só o processo de remoção, neste momento, custará perto de 35 mil contos.

Em relação a esta problemática, o governante disse que “há um compromisso do Governo com as três câmaras municipais da ilha (São Filipe, Santa Catarina e Mosteiros) para se tentar encontrar uma solução conjunta para resolver o problema de lixeira nos três municípios e que passa pela construção de um aterro sanitário”, observando que “há essa vontade das câmaras e do Governo e que vai-se trabalhar para montar o projecto e encontrar o financiamento para a sua materialização”.

O vereador Lucas Alves, que acompanhou a visita do ministro, na ausência do edil, Jorge Nogueira, disse que houve “uma boa conversa, que permitiu consertar algumas questões que são prioridades e de muita relevância para o desenvolvimento do município nos próximos dois a três anos”, alem do estreitar e afinar a concertação que deve existir entre o Governo e a câmara.

O autarca indicou que, enquadrados nos Fundos de Ambiente, Turismo e de Manutenção Rodoviária, e do programa Requalificar, Reabilitar e Acessibilidades (PRRA) estão em curso ou prestes a iniciar-se vários projectos estruturantes para o desenvolvimento local e cujo financiamento estão garantidos.

Citou o projecto do parque de Santa Luzia, a requalificação ambiental e paisagística da orla marítima de Fonte Bila à praia de Nossa Senhora de Encarnação, praça das bandeiras (largo da antiga cadeia, onde os festeiros e as pessoas ligadas às diferentes bandeiras descansam antes de descerem à praia de Bocarrom), pedonal da cidade de São Filipe, de entre outros.

JR/JMV

Inforpress/Fim