ICIEG avança com sistema de avaliação de risco para proteger vítimas de Violência Baseada no Género (c/áudio)

Cidade da Praia, 06 Set (Inforpress) – O Instituto Cabo-verdiano da Igualdade e Equidade do Género (ICIEG) vai avançar com um sistema de avaliação de risco para proteger vítimas da Violência Baseada no Género (VBG).

Em declarações hoje à Inforpress, a coordenadora nacional da ICIEG, Kátia Marques disse que o objectivo do referido sistema é avaliar o nível de risco em que a vítima se encontra.

“Trata-se de um questionário com diferentes tipos de perguntas, em que, de acordo com as respostas, será dada uma pontuação a cada uma que, no final, serão somadas e, de acordo com a pontuação, será enquadrada num nível específico e a partir daí serão desencadeadas uma série de procedimentos que devem ser levados em conta para a protecção da vítima”, explicou esta responsável.

São, segundo a mesma fonte, quatro níveis, nomeadamente o Iminente, Extremo, Alto e Médio, do mais ou menos grave.

De acordo com Kátia Marques, este mecanismo será implementado “o mais breve possível”.

Neste projecto são parceiros a Polícia Nacional, a Rede Laço Branco, a Associação Cabo-verdiana de Luta Contra Violência Baseada no Género e a Procuradoria da República.

O ICIEG quer com esta medida de protecção policial garantir a segurança das vítimas favorecendo o combate ao femicídio, “fenómeno que tem estado a merecer toda atenção da instituição, tendo em conta os contornos que está a assumir no país”.

GSF/FP

Inforpress/Fim