Hora do Planeta pelas alterações climáticas juntou número recorde de 187 países

Paris, 26 Mar (Inforpress) – A Hora do Planeta juntou no sábado um número recorde de 187 países, onde mais de 3.000 monumentos e edifícios emblemáticos apagaram as luzes durante uma hora, numa iniciativa global contra as alterações climáticas.

A organização não-governamental ambientalista WWF – Fundo Mundial para a Natureza, que promove a iniciativa, indicou em comunicado que a Hora do Planeta gerou mais de 1,1 milhões de visualizações nas redes sociais em 24 horas.

A WWF recordou que 2016 foi o ano com as temperaturas mais altas desde que há registo, destacando que a iniciativa, que cumpriu o seu décimo aniversário, é mais necessária do que nunca.

“Uma vez mais, as pessoas têm falado através da Hora do Planeta. Se estás nas Filipinas, ou no Perú ou em Portugal, a mudança climática é importante e a participação recorde deste ano é um poderoso lembrete de que as pessoas que estão na vanguarda das alterações climáticas querem fazer parte da ação”, afirmou Sid Das, diretor da iniciativa da WWF.

Entre os monumentos e edifício emblemáticos que ficaram às escuras durante 60 minutos no sábado estão a Torre Eiffel, a Ópera de Sidney, o Big Ben ou o Empire State Building.

Em Portugal, a Hora do Planeta teve a participação de pelo menos 140 municípios, um recorde de participações portuguesas na iniciativa.

Lusa/Inforpress