Governo condecora adido de Defesa da Embaixada dos Estados Unidos

Cidade da Praia, 24 Mai (Inforpress) – O Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, general Anildo Morais, em representação do Governo, condecorou hoje o adido de Defesa da Embaixada dos Estados Unidos, Coronel Scott Morgan, com a Medalha de Serviços Relevantes de 2.ª Classe.

A decisão do ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares, premeia o desemprenho do coronel Scott Hudson Morgan no cargo de Adido de Defesa, não residente, junto da Embaixada dos Estados Unidos da América, na Cidade da Praia, cuja acção foi considerada importante para o implemento das relações entre os dois países no sector da defesa.

“As relações entre os Estados Unidos e Cabo Verde têm sido cordiais e baseadas na amizade, cooperação e busca de objectivos comuns”, disse o general Anildo Morais, considerando que “essa cooperação na área da defesa sofreu um incremento com a designação do coronel Scott Hudson Morgan como adido militar dos Estados Unidos para Cabo Verde”.

“O coronel Hudson demonstrou um empenho assinalável, um desempenho acima da média, provando ser um ser humano de caracter forte e princípios virtuosos”, salientou Anildo Morais destacando o facto de o homenageado ter “trabalhado sempre para que todos os objectivos preconizados pelos dois países fossem alcançados, procurando manter e reforçar os laços de amizade existentes”.

Segundo Anildo Morais, o incremento dessa cooperação pode ser avaliado pelas actividades e operações conjuntas realizadas pelos dois países, nessa área, pelas acções de formação levadas a cabo com grande impacto no incremento da capacidade humana dos operadores do sector e, também, a nível material com a disponibilização de equipamentos que potenciam a capacidade de resposta e reacção das Forças Armadas cabo-verdianas.

O agraciado, coronel Scott Hudson Morgan, manifestou-se honrado com a distinção e considerou que, para ele, “os últimos três anos têm sido uma verdadeira honra ajudar a amadurecer a parceria entre o Ministério da Defesa de Cabo Verde e o Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América”.

Scott Hudson Morgan fez referência a várias acções, implementadas durante esse período, que beneficiaram Cabo Verde e contribuíram para fortalecer a parceria entre os dois países, em vários domínios, especialmente no domínio marítimo, e agradeceu aos oficiais cabo-verdianos e “staff” da Embaixada dos Estados Unidos, na Cidade da Praia, que o ajudaram na realização do seu trabalho.

HF/CP

Inforpress/Fim