General brasileiro afirma que as Forças Armadas são “muito importantes” para a afirmação do Estado de Direito Democrático

 

Cidade da Praia, 30 Jan (Inforpress) – O general do exercito brasileiro Júlio de Amo disse hoje, na Cidade da Praia, que as Forças Armadas são “muito importantes” para a afirmação do Estado de Direito Democrático.

A ideia foi defendida momentos antes de o militar proferir uma palestra sobre “As Forças Armadas, num Estado de Direito Democrático”, no âmbito das comemorações do 51º aniversário das instituição castrense cabo-verdiana.

De acordo com o general brasileiro, as Forças Armadas são o “braço forte” da defesa nacional, sendo que, por isso, conforme defendeu, são “altamente necessárias” porque permitem um sentimento de segurança num Estado de Direito Democrático.

Júlio de Amo avançou, por outro lado, na sua alocução, que vai passar a experiência brasileira para Cabo Verde, com a apresentação de uma visão sobre o papel das Forças Armadas, nomeadamente, sobre a importância das instituição na afirmação do Estado de Direitos Democrático.

“Isto vai ajudar as nossas relações de amizade entre os dois países, que vêm de há muito tempo a nível da defesa e segurança”, notou.

Por sua vez, o director de Gabinete das Forças Armadas, José da Graça, considerou que se trata de um tema “pertinente”, uma vez que a instituição também está submetida às leias da Nação e à Constituição da Republica.

“Trata-se de uma instituição que se subordina ao poder político pela força da nossa Constituição e das demais leis da República, por isso, é sempre importante conversar com os militares sobre essa temática”, frisou José da Graça.

Por outro lado, lembrou que Cabo Verde e Brasil têm uma “forte” cooperação a nível da defesa e segurança, indicando que esta palestra proferida pelo general brasileiro permite estabelecer diálogos militares de forma individual e institucional.

No dia 15 de Janeiro de 2018, as Forças Armadas comemoraram 51º aniversário e foi celebrada sob o lema “51 anos, servindo a Pátria”.

OM/JMV

Inforpress/Fim