sar���±yer haberleri �¼sk�¼dar evden eve nakliyat Riverdale Konusu

Futebol/Brava: Associação regional pretende revolucionar a modalidade na ilha

 

Nova Sintra, Brava, 14 Nov (Inforpress) – A Associação Regional de Futebol da Brava pretende revolucionar a prática do futebol nesta região desportiva para que a ilha possa competir ao mais alto nível do futebol cabo-verdiano num curto espaço de tempo.

Esta desafio foi apresentado à Inforpress pelo presidente Samuel Varela, que considera ser necessário um trabalho de sensibilização junto das autoridades desportivas, técnicos, dirigentes e jogadores para que o futebol volte a conquistar o estatuto de outros tempos em que o Morabeza e a selecção da Brava chegaram à ribalta do futebol cabo-verdiano.

Para a materialização deste desafio, a nova equipa directiva “está a trabalhar seriamente na criação de um banco de dados de jogadores, de forma a facultar todas as informações dos atletas filiados”, já que pretende a associação ter cadastrado todos os futebolistas junto dos organismos ligados ao futebol.

Samuel Varela disse que a sua experiência como futebolista de outrora lhe permite sonhar com altos voos, tendo para efeito a sua equipa eleita a formação de base como uma das grandes apostas da associação, de forma a suprimir as lacunas que “no dia-a-dia se tem verificado no futebol bravense”.

“Os jogadores devem ter um berço, isto é, iniciar a prática de futebol, numa escola de formação. O que se verifica na ilha é que, actualmente, deparamos com atletas com muitas habilidades, mas com alguma limitação em termos competitivos com repercussão clara na equipa que contenta-se com o quase…lá ia chegar”, atestou Samuel Varela.

Nesta perspectiva, disse que já há directrizes junto dos clubes para a constituição das equipas de formação, uma das imposições inclusive da FIFA, por considerar importante para o futuro do futebol em qualquer parte do mundo.

Para a presente temporada, este dirigente enumera a realização de provas como o torneio de abertura, o campeonato regional, a taça Brava, e alguns torneios em sinal de reconhecimento algumas velhas glórias, regional de futebol feminino, o regional de futsal, para, pelo menos, a sua direcção executar 95 por cento do plano de acção em curso.

De resto, disse que o regional de futebol da Brava já vem dando sinais claro de melhorias competitivas com o argumento que para a presente temporada a ilha conta com mais de 20 jogadores provenientes de outros pontos do país, sobretudo da Cidade da Praia, que estão a reforçar as potenciais candidatas ao título.

Por isso avança que a direcção da associação e os clubes querem trabalhar em sintonia para que a ilha consiga disputar todas as provas nacionais em pé de igualdade com os demais campeões regionais de Cabo Verde.

SR/CP

Inforpress/Fim

otomobil blogu