Futebol: FCF diz que jogadores das selecções de residentes vão dar continuidade e sustentabilidade à seleção principal

 

Cidade da Praia, 25 Abr (Inforpress) –  O vice-presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) afirmou hoje, que a federação quer que os jogadores das selecções de residentes, sub-21 e sub-17, ora constituídas dão a continuidade e a sustentabilidade à selecção principal.

José Semedo fez estas considerações hoje, na Cidade da Praia, no acto de apresentação dos selecionadores Janito Carvalho e Jorge Humberto que vão conduzir as selecções dos residentes de sub-21 e sub-17 respectivamente, cerimónia que contou com a presença do treinador principal da selecção nacional de futebol, Lúcio Antunes.

“Um dos grandes desafios que nós temos neste momento, principalmente no que diz respeito à diáspora, é ter jogadores que participam ou participaram nos escalões de formação nos países onde residem e quando chegam ao escalão sénior, temos a alguma dificuldade em conseguir trazer esses jogadores para a selecção nacional”, notou.

De acordo o vice-presidente da FCF, além de dar continuidade e sustentabilidade à selecção principal e ao modelo de jogo, estes jogadores são os potenciais elementos a se integrarem na seleção A.

José Semedo fez saber ainda que a criação dessas selecções “não é um mero acto administrativo”, adiantando que já têm dentro do plano uma série de jogos que essas selecções vão participar, que vão desde jogos amigáveis, competições na Zona A e B e ainda um modelo de torneio patrocinado pelas cadeias de televisão FOX e SKY News.

Por seu turno, o selecionador dos residentes sub-21, Janito Carvalho, que tem como adjunto, Domingos Fonseca, considerou o cargo “um grande desafio” para a sua carreira, almejando dar o seu contributo para a selecção nacional e para Cabo Verde.

Já o treinador dos sub-17, Jorge Humberto “Djodje”, que tem como adjunto Agilson Fortes “Gigi”, indicou que vai dar continuidade ao trabalho iniciado nos Jogos CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) realizado o ano passado em Cabo Verde, na ilha do Sal.

Informou ainda que já estão a preparar para o próximo Jogo da CPLP a ter lugar em Moçambique, sublinhando que a sua equipa vai ajudar também na escolha dos “melhores jogadores” que vão ingressar a selecção principal.

FM/FP

Inforpress/Fim