Fogo: Casa das Bandeiras celebra em Julho um protocolo com associação dos médicos latinos nos EUA

São Filipe, 22 Jan (Inforpress) – A Fundação Casa das Bandeiras vai celebrar em meados de Julho um protocolo de cooperação com Associação dos Médicos Latinos residente nos Estados Unidos da América para garantir a deslocação dos especialistas para Cabo Verde.

Henrique Pires disse à Inforpress que a ideia da celebração do protocolo surgiu após a realização de uma primeira missão de um conjunto de especialistas na área de estomatologia a Cabo Verde, ilha do Fogo, em Outubro do ano passado.

Na ocasião a Associação tinha enviado uma equipa constituída por 15 pessoas que atendeu uma média de 600 pessoas e realizou 1100 intervenções de entre limpeza e pequena cirurgia e deixou um conjunto de material ao departamento de estomatologia do hospital regional.

Mas muitas pessoas, sobretudo crianças com problemas nos dentes não puderam ser atendidas daí a necessidade da celebração do protocolo para garantir a deslocação anual da equipa.

A ideia é também mobilizar mais materiais, nomeadamente cadeira de estomatologia para o centro de saúde de Cova Figueira, que não dispõe deste equipamento, segundo Henrique Pires.

Além do protocolo com esta associação, a Fundação da Casa da Bandeira, que além da parte cultural (festas tradicionais da bandeira) tem desenvolvido actividades nas áreas de educação e saúde, pretende também celebrar um protocolo de cooperação com um especialista norte-americano da área de oftalmologia que pretende colaborar com esta Fundação, com deslocação a Cabo Verde.

A nível de educação, a Fundação Casa das Bandeiras está a equacionar a possibilidade de a partir do próximo ano lectivo assumir o funcionamento de um jardim infantil, dando assim a contribuição no sector da educação.

A nível de cooperação, a Fundação Casa das Bandeiras recebeu recentemente um conjunto de materiais de cozinha e 44 cadeiras dos Estados Unidos da América, tendo neste momento na alfândega outras 300 cadeiras e 10 mesas redondas de fibras para 10 pessoas cada, que igualmente chegaram da América.

JR/ZS

Inforpress/Fim