Inicio Destaques “Estamos a cumprir com as promessas feitas há dois anos para a...

“Estamos a cumprir com as promessas feitas há dois anos para a ilha Brava” – Elísio Freire (c/áudio)

Cidade de Nova Sintra, 04 Set (Inforpress) – O ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares, da Presidência do Conselho de Ministros e ministro do Desporto, disse em declarações a imprensa que estão a “cumprir na íntegra” às promessas feitas à ilha Brava.

Fernando Elísio Freire, que se encontra na ilha Brava em visita de trabalho, avançou hoje que o balanço sobre os dois anos de mandato é “positivo”.

“Valeu a pena a mudança feita em 2016”, salientou acrescentando que foi feito uma promessa aos cabo-verdianos de ser implementado um “novo modelo de exercício do poder”, e que está sendo “cumprido” com mais complementaridade, mais competências e “mais recursos para as autarquias”, ressaltou o ministro.

Segundo o mesmo, no caso da ilha Brava, na legislatura anterior recebia quatro contratos programas em valores estabelecidos a cerca de 40 mil contos, e hoje, vários dos programas que o Governo coloca à disposição do município, são em valores que ultrapassam os 230 mil contos.

“Isto demonstra que há de facto mais recursos, mais parcerias em torno de requalificação urbana, na área de saneamento, da saúde e da educação”.

Conforme realçou Elísio Freire, o Governo está a trabalhar a ilha Brava para ser um “ponto importante” no contexto do desenvolvimento do país. “É a ilha de Nhô Eugénio, a ilha que mais representa aquilo que é nação global cabo-verdiana, devido à capacidade que ela tem de ter tanta influência nos países para onde emigram os bravenses”.

Não obstante, o ministro garantiu que estão a trabalhar para que a esperança da população não seja somente resumida à emigração. Mas, “que a esperança da Brava, seja de facto a mesma do que as outras ilhas do país”.

Em termos de objectivos a alcançar, anunciou que o Governo não está a trabalhar com marca para as próximas eleições, mas sim, para “resolver” os problemas da população. “Está à procura de mais parcerias para a ilha e neste momento, com as parcerias que tem, até o final da legislatura terá cerca de 230 mil contos investidos”, enfatizou.

Deste montante, Elísio Freire explicou que 100 mil contos são destinados à reabilitação, requalificação de centros históricos da Nova Sintra, outros 107 mil contos para a reabilitação de habitações, e 18 mil contos, serão investidos a nível do património histórico e cultural da ilha.

O objectivo destes investimentos, de acordo com o ministro é “criar um roteiro”, para que a Brava possa atrair mais turistas, e mais investidores.

Entretanto, explicou que o problema a nível dos transportes “já está em vias de ser resolvido” com a concretização do contrato de transportes marítimos inter-ilhas que vai ser celebrado.

Do mesmo modo, avançou que a problemática referente às evacuações médicas também está no bom caminho, que o programa de equipamento dos centros de saúde está a decorrer normalmente, estando orçado em 900 mil contos.

Este avanço vai permitir a realização de “mais diagnósticos na ilha”, incluindo a medicina dentária, ter mais laboratórios, entre outros, explicou.

Por seu turno, o edil Francisco Tavares demonstrou também a sua satisfação face o cumprimento das promessas feitas para com a ilha Brava e o seu desenvolvimento.

De acordo com o edil, a câmara está muito mais próxima do problema das pessoas, com uma intervenção social muito mais “incisiva”, com as intervenções que têm vindo a ser feitas e que estão por realizar.

MC/FP

Inforpress/Fim