Encosta do Liceu Domingos Ramos será beneficiada com um parque de lazer até Julho

 

Cidade da Praia, 11 Abr (Inforpress) – A encosta do Liceu Domingos Ramos, na zona do Lavadouro, Cidade da Praia,  deve receber um parque de lazer, até Julho, no âmbito do projecto “Floresta urbana e periurbana” financiado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Segundo a coordenadora nacional do projecto, Maria do Monte, com esta iniciativa do Ministério da Agricultura e Ambiente, a ideia é que o parque esteja pronto no decorrer da primeira fase deste projecto que iniciou em Setembro de 2015 e termina em Julho deste ano, num montante de cerca de 40.000 contos.

“Nesta encosta, fizemos a primeira intervenção com limpezas dos resíduos sólidos que ali se encontravam e, na segunda intervenção, iremos fazer o parque de lazer que está na fase de concurso para que no mês de Julho esteja pronto”, explicou a coordenadora, indicando que este parque tem um orçamento de 8.000 contos.

Maria do Monte explicou ainda, que no âmbito deste projecto, a encosta à frente do edifício da CV Telecom, também uma zona densa e com resíduos sólidos, foi alvo de uma limpeza, numa parceria com algumas instituições, nomeadamente a Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD), assim como a praia de São Francisco recebeu também plantação de árvores.

O objectivo deste projecto, de acordo com Maria do Monte, é melhorar a qualidade de vida das populações urbanas e periurbanas, através de criação e boa gestão de espaços verdes, aumentar a superfície da cobertura vegetal nas zonas urbanas e periurbanas das cidades contempladas, reduzir o desequilíbrio entre as áreas construídas e os espaços verdes e melhorar as condições ambientais, sociais e económicas dos munícipes.

As cidades beneficiárias desta primeira fase do projecto “Floresta urbana e periurbana” são Praia (Santiago), Mindelo (São Vicente), Porto Novo (Santo Antão) e Espargos (Sal) onde, para além de seminários de capacitação, estão sendo afixadas plantas ornamentais e fruteiras nas diferentes escolas e ruas das cidades.

Este projecto tem ainda por finalidade contribuir para melhorar a planificação e gestão das florestas urbanas e periurbanas, bem como dos espaços verdes e melhorar a capacidade institucional dos gabinetes de espaços verdes nos municípios contemplados.

DR/FP

Inforpress/Fim

 

 

mobilya imalat