Encontrado um sobrevivente do naufrágio que matou 207 pessoas na Tanzânia

Nairobi, 22 Set (Inforpress) – As autoridades da Tanzânia anunciaram hoje que encontraram um sobrevivente do naufrágio de quinta-feira do ferry ao sul do lago Vitória.
O comissário regional de Mwanza disse aos repórteres que o engenheiro foi encontrado perto do motor do veículo, o que lhe permitiu sobreviver ao naufrágio de quinta-feira.

Pelo menos 207 pessoas morreram no naufrágio do navio de passageiros MV Nyerere no lago Vitória, no sudoeste da Tanzânia, segundo um novo balanço divulgado hoje pela rádio pública, citando o ministro dos Transportes, Isack Kamwelwe.

“Até ao momento, o número de pessoas que perderam a vida é de 207”, referiu a rádio, citando o ministro que está a coordenar as operações de busca desde sexta-feira.

O balanço anterior, divulgado hoje mais cedo por um deputado local, indicava 170 mortos e 41 sobreviventes.

A embarcação MV Nyerere naufragou na quinta-feira no lago Vitória, a cerca de 50 metros do local onde iria atracar, quando as pessoas se precipitaram para a proa do barco para saírem mais depressa da embarcação quando atracasse.

O navio transportava cerca de 400 passageiros, apesar de a sua capacidade máxima ser para 100 pessoas e 25 toneladas de carga.

O Presidente da Tanzânia, John Magufuli, já enviou condolências às famílias das vítimas mortais e desejou uma rápida recuperação aos passageiros que foram, entretanto, hospitalizados.

O navio pertence à Agência de Serviços Electrónicos e Electromecânicos da Tanzânia e naufragou enquanto fazia a ligação entre a península de Ukerewe e a ilha de Ukora, na zona sul do lago Vitória, o maior do continente africano.

Naquele lago – um importante ponto de atracão turística rodeado pelos territórios da Tanzânia e Quénia – registam-se vários naufrágios todos os anos sobretudo devido a fortes tempestades.

Segundo a Cruz Vermelha, em 1996, mais de 800 pessoas morreram no naufrágio do ferryboat “Bukoba” no Lago Vitória, ao largo de Mwanza.

Lusa/Fim