sarıyer haberleri">

Eleições/Uni-CV: Ofertas formativas, estatutos e investigação entre os assuntos abordados no debate entre candidatos

Cidade da Praia, 12 Jan (Inforpress) – Ofertas formativas, investigação, estatutos da universidade, regulamento da avaliação, gestão e prestação de contas são alguns dos assuntos que dominaram o debate de hoje entre os quatro candidatos à reitoria da Uni-CV.

O auditório do Campus do Palmarejo, na Cidade da Praia, esteve totalmente cheio neste primeiro dos três debates previstos para a eleição de 19 de Janeiro na Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), a que concorrem Judite Nascimento, Artur Furtado, Eurídice Monteiro e Corrine Almeida, sendo que a campanha decorre de 09 a 17 de Janeiro.

Durante um debate de quase quatro horas, a candidata Eurídice Monteiro deixou claro que o propósito da sua candidatura é tornar a Uni-CV um factor de desenvolvimento de Cabo Verde, sendo que para isso, é preciso mudanças nos domínios de ensino, investigação e extensão, do desenvolvimento institucional e das orientações estratégicas.

Para atingir esse desidrato, esclareceu que serão precisos novos modelos de gestão e de participação democrática, autonomia administrativa, pedagógica e financeira de cada um dos polos da Uni-CV e, no quadro destas, das Unidades Orgânicas, através de novos modelos de relação com a reitoria, sem esquecer novos modelos de parcerias com instituições de ensino superior e centros de investigação científica estrangeiros.

Artur Furtado fez saber que a sua candidatura baseia-se num conjunto de princípios relacionados com os estatutos da Uni-CV, os quais, se vencer, deverão ser alterados, aprimorados e aperfeiçoados em vários aspectos, como valores nucleares para a sua equipa reitoral e de gestão da universidade pública de Cabo Verde.

Gestão baseada numa política de transparência e qualidade, uma governação baseada na autonomia, promoção da liberdade para ensinar e investigar, incentivo e motivação ao desenvolvimento de carreiras do pessoal docente, pessoal não-docente e investigador estão, entre outros, os valores da candidatura de Artur Furtado.

Corrine Almeida asseverou que o seu programa de acção surge das reflexões que teve no seio da academia e estriba-se em cinco eixos: “Organização e gestão”, “Sustentabilidade”, “Produção e transferência de conhecimento”, “Capacitação” e “Humanização”.

Se ganhar as eleições, Corrime Almeida propõe a participação de todos na “construção de excelência” na Uni-CV, transparência e responsabilização em todos os actos de gestão administrativa e académica, gestão eficiente dos recursos materiais, humanos e financeiros, avaliação justa de todos os colaboradores, entre outras acções.

Por sua vez, Judite Nascimento propõe defender a autonomia da Uni-CV, garantir diálogo permanente e participação efectiva dos membros da comunidade académica nas decisões importantes, apostar em estratégias para reforço contínuo do perfil e das condições de trabalho dos docentes e funcionários da instituição.

O reforço da aposta na cooperação e internacionalização da Uni-CV, a consolidação da negociação com os parceiros e o Governo para atingir a sustentabilidade, a aposta na revisão dos estatutos para a adequação ao contexto actual e a aposta em estratégias que promovam e elevam a qualidade do ensino, da investigação e da extensão universitária, também norteiam a candidatura de Judite Nascimento.

Nesta eleição, Judite Nascimento, da Faculdade de Ciências e Tecnologia e eleita nas primeiras eleições realizadas na Uni-CV, em 2014, é candidata à sua própria sucessão, com o lema “Por uma universidade integradora, inovadora e empreendedora, avancemos juntos”.

Eurídice Monteiro, da Faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes, apresenta-se com o lema “Mudar é preciso: para uma universidade aberta à sociedade cabo-verdiana e suas instituições e ao mundo”, enquanto Corrine Almeida, professora da Faculdade de Engenharia e Ciências do Mar, tem como lema “Rebeldia pela causa Uni-CV”, e Arthur Tavares Furtado, da Escola de Negócios e Governação, tem como lema “Uma nova visão”.

O debate, promovido pela comissão eleitoral e moderado pelo jornalista da Rádio de Cabo Verde, Júlio Vera Cruz, aconteceu no auditório do Campus do Palmarejo e teve a transmissão em directo na Uni-TV.

O segundo debate está agendado para 15 de Janeiro, no Campus da Ribeira de Julião, em São Vicente, e o último previsto para o dia 16 deste mês na Televisão de Cabo Verde (TCV).

DR/CP

Inforpress/Fim

%d bloggers like this:
Modüler Bölme Duvar Açık ofis bölme sistemleri Ofis Bölme Sistemleri Jaluzili cam bölme Cam bölme duvar Jaluzili bölme duvar Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu Ofis dekorasyonu Hastane dekorasyon Ev dekorasyonu Sivas prefabrik Mutfak dekorasyonu Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon