Cidade da Praia, 20 Mar (Inforpress) – Os resultados da alienação dos activos do Novo Banco que ainda se encontra sob medida de resolução vão reverter-se a favor do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), por forma a mitigar os prejuízos.

A garantia foi dada hoje pelo governador do Banco de Cabo Verde (BCV) frisando que enquanto acionista, o INPS foi duplamente prejudicado, já que para além do capital social perdeu também os depósitos.

“Era o único accionista com depósito e por esta razão nos termos da lei devia também ser afectado por causa disso, porque tinha uma relação de domínio no Novo Banco, nomeava administradores e devia, em tese, acompanhar a gestão do Novo Banco” disse João Serra aos jornalistas.

Entretanto, João Serra adiantou que tendo em conta que o Novo Banco não foi para a liquidação, parte de créditos que ficou com a instituição sob medida de resolução vai ser alienado à Caixa Económica de Cabo Verde (CECV) para recuperação mediante o pagamento de comissão.

“Todo o produto que for recuperado será a favor do INPS por forma a mitigar os prejuízos que obteve. O INPS não vai perder todo esse montante. Vai ser ressarcido de uma parte dos seus prejuízos, mas só que a prazo porque são créditos com um prazo de maturidade de 20 a 25 anos e levam tempo a ser recuperados”, adiantou.

O governador do BCV acredita que a CECV conseguirá da melhor forma fazer essa recuperação dos créditos já que tem uma estrutura montada.

De acordo com alguns dados apresentados, a perda inicial do INPS, que era o segundo maior acionista do Novo Banco, é de cerca de 900 mil contos.

Por outro lado, João Serra tranquilizou os depositantes garantindo que ninguém vai perder um único tostão.

“Todos os clientes continuam a fazer as operações normalmente passando doravante a relacionar-se comercialmente com CECV”, disse.

A resolução emitida no dia 08 de Março foi o primeiro para a extinção administrativa do Novo Banco, que representará um prejuízo estimado um milhão e 800 mil contos ao Estado, podendo enviar também para o desemprego cerca de 60 trabalhadores.

O processo de extinção deve estar concluído dentro de dois a três meses conforme previsão do BCV e do Governo.

MJB/FP

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.