Mindelo, 17 Fev (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, considerou hoje, no Mindelo, que “pensar uma cidade saudável” acarreta uma “grande responsabilidade” de “todos e de cada um”, numa “luta abrangente”.

O autarca, que falava na abertura do encontro do Movimento Internacional Cidade Saudável em Cabo Verde, lembrou que o problema das cidades não se localiza nas ruas dos centros mas sim na periferia, que se quer, ajuntou, “limpa, organizada e com qualidade de vida”.

“Mas cidade saudável é também cuidar dos mais vulneráveis da nossa sociedade, e a câmara de São Vicente tem feito um esforço enorme para atingir essa camada”, lançou, ao mesmo tempo que convidava o Movimento Internacional Cidade Saudável em Cabo Verde para ter este aspecto como “mais uma preocupação”.

Por seu lado, o presidente da Câmara de Comércio do Barlavento, Belarmino Lucas, reafirmou, na ocasião, o “total engajamento” da organização que dirige com a iniciativa, por considerar que uma cidade saudável é uma “cidade próspera onde a economia tem um “futuro risonho”.

Sendo a missão da CCB promover o bom ambiente de negócio, aludiu a mesma fonte, com uma cidade saudável o caminho estará “muito mais desbravado”.

“A CCB entende que tem um papel importante a desempenhar neste processo, por isso vai envolver-se e dar o seu contributo para se atinja os objectivos programados”, concluiu Balermino Lucas.

O representante da Organização Mundial da Saúde em Cabo Verde, Mariano Castellon, anunciou que o Movimento Cidade Saúdavel em Cabo Verde será incluído como parceiro no quarto fórum mundial de desenvolvimento económico local, que será realizado proximamente no país.

Mariano Castelon referiu, por outro lado, que apostar em cidades saudáveis em Cabo Verde é parte da solução para se ter cidades mais justas e dinâmicas, mais atraentes para os investidores externos, mais descentralizado e mais perto das pessoas.

“Convido a todos a continuar a sonhar com um Cabo Verde em grande”, concluiu o representante da Organização Mundial da Saúde em Cabo Verde.

O encontro de hoje do Movimento Internacional Cidade Saudável em Cabo Verde vem no seguimento de um outro realizado no mês de Novembro do ano passado, na cidadedo Mindelo, e que lançou o conceito “Cidade Saudável”.

Desta feita, terá como ponto marcante o acto de instalação da Comissão Dinamizadora do Movimento Cidade Saudável.

O programa contempla ainda um painel técnico com conferências e temas para debate, a primeira das quais sobre “Desenvolvimento de cidadeesaudáveis – uma abordagem”, por Constantino Sakelarides, da Escola Nacional de Saúde Pública de Portugal.

Um outro tema para debate, inscrito no alinhamento do fórum, é “O papel do desporto na construção de cidades saudáveis”, a cargo de José Almada Dias, recém-eleito presidente da Federação Cabo-verdiana de Ténis.

A apresentação do 4º Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico Local, sob o lema desenvolvimento económico local como ferramenta válida para alcançar igualdade, equidade e coesão territorial, no quadro da localização dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), figura igualmente no programa.

O ministro dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros e ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, deve proceder, ao início da tarde de hoje, ao encerramento dos trabalhos do encontro que vai instalar a Comissão Dinamizadora do Movimento Cidade Saudável em Cabo Verde.

AA/CP

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.